Pesquisa:
 

Quarta-feira, 25 Junho 2008 13:14

EUA
Activistas trans boicotam Human Rights Campaing



Na altura que gay, lésbicas, bissexuais e trans se preparar para festejar o orgulho gay em San Francisco, EUA, esta semana, muitas delas estão a organizar um boicote e protestos à maior organização de direitos LGBT do país.


O plano dos ativistas é estar na rua durante as festividades a informar o público pessoas do boicote e protestos relativamente ao jantar naul de agariação de fundos da Human Rights Campaign em San Francisco no próximo mês, um evento que resulta em dezenas de milhares de dólares para a organização. Acções similares acontecerem em jantares em Filadélfia e Nova York, no início deste ano.

A controvérsia teve origem na decisão da Human Rights Campaign no final do ano passado de apoiar um projecto de lei no Congresso que visa proibir o despedimento com base na orientação sexual. O projecto de lei, que passou na assembleia, mas está parado no Senado, não inclui as mesmas proteções para as pessoas transexuais e transgéneras. Mais de 370 organizações dos direitos LGBT, se opuseram à lei, por esse motivo.

A Human Rights Campaign emitiu uma declaração afirmando que "querem tornar clara que é objectivo da HRC ter uma lei anti-discriminação inclusiva". A carta diz que a organização "esgotou todos os recursos" possíveis para apoiar um projecto de lei que incluisse protecção por identidade de género.

Matt Foreman, que era diretor executivo da National Gay and Lesbian Task Force quando a votação no congresso aconteceu, classificou as acções da Human Rights Campaign "uma traição monumental".

"Temos aqui um momento o-rei-vai-nu", continuando que estará presente nos protestos mas que será "penoso" fazê-lo. "Ainda não temos uma única lei federal que proteja as pessoas homossexuais, e muito menos as pessoas transexuais e transgéneras."

Theresa Sparks, que é presidente da San Francisco Police Commission é transexual, disse que devolveu o prémio que tinha recebido da Human Rights Campaign. Sparks assinalou as contribuições de pessoas trans para o movimento LGBT. Os motins de 1969 em Stonewall Inn, Nova Iorque, que desencadearam o movimento moderno dos direitos LGBT foram realizados por pessoas trans, completou.

Ela negou o argumento de que era mais provável a passagem no Congresso de uma lei que não mencionasse as pessoas transexuais. "Para mim, isto menos sobre estratégia e mais sobre integridade", disse Sparks.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2008)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal