Pesquisa:
 

Sexta-feira, 9 Junho 2006 23:58

ESPANHA
Igreja considera uma ofensa apoio governamental a festa gay antes da visita do Papa



O governo espanhol "apoiará uma festa gay próxima à Catedral de Valência dias antes da visita do Papa", informou a imprensa conservadora espanhola, segundo a qual a Igreja local qualificou a iniciativa como "uma provocação ofensiva".


Bento XVI viajará para Valência, na costa leste de Espanha, para participar do Encontro Mundial das Famílias no dia 8 de julho. Na sua primeira visita a Espanha, o Papa irá encontrar-se com o primeiro-ministro José Luis Rodriguez Zapatero, e no dia seguinte celebrará uma missa ao ar livre.

Os jornais espanhóis Abc e La Razón escreveu hoje que a Federação Estatal de Lésbicas, Gays, Transexuais e Bissexuais (FELGT) e a União de Associações Familiares (Unaf) organizaram, em colaboração com a Universidade de Valência, nos dias 22, 23 e 24 as Jornadas Internacionais sobre a Diversidade Familiar para discutir e defender "modelos alternativos" de família.

A jornada será realizada com o auxílio do Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais no valor de 17 mil euros. "Os próprios organizadores reconhecem que o congresso ocorrerá em um momento muito especial, por causa da proximidade do Encontro Mundial das Famílias organizado pela Igreja católica", escreveu o Abc.

A associações da FELGT iniciaram "uma campanha contra a visita do Papa que, com o lema 'Jo no t'espere' (eu não te espero), critica os recursos destinados aos atos e incentiva a sociedade a não apoiar a presença do Papa em Valência. "Para tornar mais explícita e notória a presença desses grupos, o congresso incluiu uma manifestação do orgulho lésbico, gay, transexual e bissexual que ocorrerá na praça Rainha de Valência, em frente a catedral, e nas imediações onde Bento XVI presidirá diferentes actos no dia 8 de julho", segundo o Abc.

A decisão do Ministério de apoar estas Jornadas não agradou ao arcebispado local, que considerou-a "uma provocação ofensiva", especialmente para os valencianos, "que com tanta ilusão trabalham há meses para que a visita do Papa seja tenha êxito". O porta-voz da FELGT, Tony Poveda, disse à ANSA que "de maneira alguma trata-se de uma provocação" e que a festa gay se celebra desde 1991 nessas datas, enquanto as Jornadas ocorrerão "duas semanas antes da visita do Papa".

"Com todo o respeito, reivindicamos o direito à livre expressão" em um país que "não é mais a Espanha de Franco onde a Igreja podia ditar sua vontade à população", acrescentou Poveda. O porta-voz explicou que o Encontro Mundial de Valência quer apresentar "um modelo único de família que não acompanha o tempo", enquanto a FELGT pretende apresentar "outros modelos" em um país onde o casamento entre pessoas do mesmo sexo é reconhecido legamente.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2006)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal