Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 10 Novembro 2004 00:58

EUA
Padre Luso-Americano crítico do aborto é apanhado com pornografia infantil no seu computador



O padre luso-americano Stephen Fernandes, 54 anos, da igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Fall River, Massachusetts, é bem conhecido.


Além de ser extremamente activo junto da comunidade portuguesa, é coleccionador de livros sobre artistas e truques de magia e porta-voz do Gabinete Pró-Vida, que coordena localmente as actividades antiaborto. Por isso, foi recebida com espanto a notícia de que tinha milhares de imagens de pornografia infantil no computador. Tudo começou no dia 25 de Outubro, quando o padre Fernandes teve problemas com o computador portátil. Contactou uma firma especializada e o técnico descobriu as imagens pornográficas. Este informou a diocese, que contactou as autoridades do condado de Bristol, segundo as novas regras devido aos escândalos sexuais com padres católicos de Massachusetts. As imagens incluíam crianças a praticar actos sexuais com homens e um rapaz, que Fernandes contactou pela Internet dizendo que era uma rapariga de 12 anos, em «actividades sexuais em frente a uma câmara de vídeo» Na reitoria foram encontradas publicações gay e sobre homossexualidade.O bispo George Coleman teve uma conversa de três horas, no dia 5 deste mês, com Fernandes. Mais tarde, revelou que o padre «se afundou na cadeira, com a cabeça sobre a mesa, parecendo distante e pouco comunicativo». Repetia continuamente: «Que desgraça, que desgraça, isto vai matar o meu pai.» O padre Fernandes pediu ao bispo que o enviasse para o St. Luke's Hospital, em Baltimore, Maryland, para tratamento. Mas o procurador distrital Paul Walsh teve conhecimento dos factos e ordenou a sua prisão na sexta-feira. Presente a tribunal, considerou-se inocente e foi libertado com uma fiança de cinco mil dólares (cerca de 3800 euros) e a entrega do passaporte. A próxima audiência é no dia 28 de Dezembro.Tanto a Diocese de Fall River como o procurador estão a pedir às pessoas que tiveram relações íntimas com o padre Fernandes para os contactar. As autoridades analisam as imagens para tentar descobrir a identidade das crianças. «Poderemos contactá-las e verificar se foram vítimas de violência sexual», disse Paul Walsh. Acrescentou não entender porque é que o padre pediu a reparação: «Ter aquelas imagens num computador da igreja e mandá-lo reparar faz-nos pensar sobre com quem estamos a lidar.»

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal