EUA: Relato de um sobrevivente de massacre de Las Vegas que viu o seu namorado a ser morto (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 4 Outubro 2017 11:58

EUA
Relato de um sobrevivente de massacre de Las Vegas que viu o seu namorado a ser morto



Cameron Robinson, de 28 anos, foi morto a tiros na noite de domingo quando estava com o seu namorado Bobby Eardley, 36.


Bobby foi atingido por estilhaços nas costas quando um homem matou pelo menos 59 pessoas e feriu outras 527 num dos mais mortíferos tiroteios em massa na história dos EUA.

Equipado com 16 armas, o homem de 64 anos abriu fogo no 32º andar do Mandalay Bay Hotel, disparando indiscriminadamente contra os participantes de um festival de música ao ar livre - onde estava o casal.

Espera-se que Bobby sobreviva, de acordo com a irmã de Cameron, Meghan Ervin, que relatou a situação. Camero foi morto com um tiro direto ao pescoço, acrescentou Meghan.

O casal estava junto há quatro anos depois de se conhecerem em OkCupid e, há um ano, Cameron mudou-se com Bobby e seus três filhos.

Bobby fez um tributo doloroso ao seu namorado em declarações ao The Guardian.

Ele é a minha outra metade.
Eu era a loucura, sempre na lua - ele é o rapaz às direitas e moderado ... e tantas outras coisas.
O seu sorriso peculiar, os seus dentes grandes, os seus óculos de sol tortuosos ... tantas coisas
 Bobby Eardley

E descreveu os trágicos acontecimentos de domingo.

Eu só me recordo de estar realmente chateado - por que raio alguém se lembrou de lançar foguetes num local como este sabendo dos tiroteios recentes?
Lembro-me de ver pessoas sentadas no chão e não perceber porque estavam sentadas pois iriam certamente ser pisadas.
E então percebi que estavam sangrando
 Bobby Eardley

Cameron era um especialista em registos da cidade de Las Vegas. O seu chefe, Brad Jerbic, advogado disse:

Muito antes de trabalhar para a cidade, ele me entregou o seu currículo, e a primeira coisa que lembro, foi perceber que ele teve o diploma de bacharel com 20 anos de idade.
Quando se tratava de Cameron tudo subia um nível.
Se era para ser divertido, então era mais divertido, se era para processar registos ​eficientemente, então era mais eficiente
 Brad Jerbic

Foi criada uma página no GoFundMe para cobrir as médicas e de funeral.

Valerie Alvey, que criou a acção, escreveu que Cameron era "um amigo, filho, irmão, tio, primo, colega de trabalho e namorado incrível".

Ele estava cheio de vida, amor e tanta paixão. Ele amava a sua família, amigos e todos com quem entrou em contato.
Ele gostava de cozinhar, divertir, correr maratonas, viajar, acampar, andar de barco e ao ar livre em geral e, acima de tudo, estar com aqueles que amava e outros.
Ele é um exemplo incrível para todos e trouxe tanta luz para aqueles com quem entrou em contato.
Ele conseguiu tanto em tão pouco tempo e tocou a vida de tantos. Entre o seu amor para cozinhar e movimentos de dança incríveis, sempre houve bons momentos.
Ele era um homem carinhoso, querido e amoroso. Cameron, vamos sentir muito a tua falta.
 Valerie Alvey

EUA: Relato de um sobrevivente de massacre de Las Vegas que viu o seu namorado a ser morto

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal