UGANDA: Dois homens humilhados pelas autoridades por "prática flagrante de sexo homossexual" (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quinta-feira, 3 Abril 2014 18:28

UGANDA
Dois homens humilhados pelas autoridades por "prática flagrante de sexo homossexual"



Dois homens foram detidos e humilhados a coberto da nova lei anti-homossexualidade.


Maurice Okello de 22 anos e Anthony Oluku de 18, foram detidos pelas autoridades ugandesas na "prática flagrante de sexo homossexual" na cidade de Oyam, no norte do Uganda.

O relato do comandante da policia de Oyam é levado ao pormenor, divulgando quem estava a fazer o quê com quem. Segundo Najibu Waiswa, o comandante, Okello terá sido sodomizado por Oluku e, se dívidas houvesse da prática, Okello foi submetido a exame retal médico que foi usado como prova da situação presente e que Okello teria relações anais há mais tempo.

Waiswa mostrava-se incrédulo e indignado com a situação nas suas palavras à comunicação social, "Maurice Okello é casado, tem filho, ele foi sodomizado pelo mais novo" disse. Se as acusações vierem a ser confirmadas os dois arriscam-se a uma pena de prisão perpétua.

De acordo com várias informações os médicos ugandeses desde que a lei anti-homossexualidade foi aprovada tem realizado exames médicos em homens suspeitos de terem relações sexuais com outros homens. Este tipo de exame além de não serem realmente conclusivos, constituem uma tortura, humilhação e violação dos direitos humanos, sendo mesmo desacreditados pela comunidade médica internacional. Isto não impede que sejam realizados frequentemente no Médio Oriente e norte de África.

"Exames anais forenses de homens suspeitos de contato homossexual, realizados em detenção, constituiem um tratamento degradante e humilhante", afirma Rasha Moumneh da Human Rigts Watch.

Já os ativistas ugandeses descrevem-nos de uma forma mais terra-a-terra como sendo os "testes da vergonha" e que os mesmos deviam terminar imediatamente porque "o estado não tem o direito de punir e degradar as condutas sexuais consensuais dos seus cidadãos".

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas TRÊS e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal