Pesquisa:
 

Segunda-feira, 12 Outubro 2009 15:54

EUA
Jovem forçado a desistir da escola



Jonathan Escobar mudou-se recentemente de Miami para a área de Atlanta, para viver com a sua irmã.


Jonathan usa perucas e pintura. Depois de ir três dias à escola, o assistente do director avisou-o para se vestir de forma mais "à homem" ou ter aulas em casa.

Escobar recusou-se a comprometer a sua personalidade e desistiu da escola.

Mas os estudantes da escola recusam-se a deixar cair o assunto. Mais de 5.000 pessoas juntaram-se ao grupo Support Jonathan no Facebook, onde já eclodiram 21 dicussões sobre o assunto e mais de 1000 pessoas deixaram comentários.

Claro que sendo no Facebook, o caso já tomou proporções mundiais, com postagens de apoio de pessoas de inúmeros países como Japão, a Suécia ou Portugal.

E obviamente que homofóbicos e transfóbicos também têm dito da sua lavra.

Para que Escobar continue a estudar, as manifestações de apoio sucedem-se: vende-se pins com "Support Jonathan", escrevem-se cartas ào director da escola expressando desagrado e que "atacaram um estudante transgénero numa altura muito vulnerável", ou a realização de um dia de cross-dressing a 12 de Outubro, no dia seguinte ao National Coming Out Day.

O New York Daily News e o Huffington Post também trouxeram o assunto para a ribalta nacional.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2009)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SEIS e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal