Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 8 Julho 2009 09:32

CHILE
Valparaiso perigoso para transexuais



Na noite passada, duas transexuais sofreram um brutal espancamento em Valparaiso que continua a ser classificada como "altamente perigosa" para as minorias sexuais, disse o Movilh. A ONG solicitou ao presidente da câmara de la Maza que responda urgentemente a estes ultrajes.


O Movimento de Integração e Libertação Homossexual (Movilh) manifestou hoje a sua "total preocupação", ao presidente da câmara da Quinta Região de Valparaíso, Iván de la Maza Maillet, pela "contínua vulnerabilidade que afecta as pessoas transexuais" e que ontem à noite resultou num brutal espancamento sofrido por Clara Galdames Andrade, de 52 anos, e Grace Morales Leon, de 42.

As duas pessoas foram atacadas em Chacabuco Freire por seis indivíduos que deram murros, pontapés, com ferros e paus, de que resultaram múltiplas contusões e feridas abertas nas suas cabeças e noutras partes do corpo, segundo foi apurado no Hospital Carlos Van Buren, onde receberam tratamento.

"Se bem que a polícia já deteve como possíveis responsáveis seis jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 22 anos, o facto é que esses abusos continuam a acontecer na sua região, com consequências desastrosas para transexuais, os mais vulneráveis e discriminados na nossa sociedade ", disse o Movilh a De la Maza.

A Quinta Região de Valparaíso, disse o Movilh numa declaração, "tornou-se uma das mais virulentas no respeitante aos direitos humanos de transexuais, situação que nos levou a declarar em Março de 2007 esta área como" altamente perigosa" numa campanha nacional e internacional que originou uma rejeição de organizações em todo o mundo a estes brutais factos."

"Neste sentido, pedimos que tenha uma maior coordenação com a polícia para evitar tais abusos, bem como a implementação de medidas concretas contra a discriminação, a que o governo se comprometeu, em 2007, até agora sem serem conhecidos resultados positivos na Região", acrescentou a ONG que está actualmente a realizar diversas campanhas pelos direitos humanos das pessoas transexuais e que se espera que cheguem a Valparaiso com o apoio das autoridades

locais.

Entre 2002 e 2008, de acordo com os relatórios anuais sobre os direitos humanos das minorias sexuais, o Chile teve 389 casos e denúncias de discriminação pela diversidade sexual, sendo que 11 por cento referem-se a pessoas transexuais, "um número alarmante considerando que este segmento da população é quantitativamente minoritário" afirmou o Movilh.

CHILE: Valparaiso perigoso para transexuais

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal