Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Segunda-feira, 30 Dezembro 2019 22:42

EUA
Homem gay é espancado por um dólar no dia de Natal e acaba por morrer



Ninguém parou para ajudar o homem numa movimentada via da cidade de Nova York e que acabou por falecer .


Um homem homossexual de 61 anos, chamado Juan Fresnada foi espancado brutalmente no Bronx, Nova York, por um grupo de homens que a polícia ainda não conseguiu deter. As imagens de vídeo mostram o ataque e os rostos dos agressores, mas também mostram que nenhum motorista ou peão que passava parou para ajudar Fresnada enquanto ele morria na movimentada via pública. O ataque aconteceu perto da 1:30 da madrugada, quando Fresnada saiu de um restaurante fast-food McDonald's com o seu marido de 29 anos, Byron Caceres. Cáceres disse que um homem caminhou até Fresnada, exigiu repetidamente dinheiro dele e depois os seguiu pelas ruas antes se se juntarem vários homens e começaram a atarcar o casal.

Um amigo de Fresnada disse à imprensa: "Os agressores apenas disseram a eles: 'Dá-me o dinheiro, dá-me o dinheiro' '. E ele tipo 'Não sei do que estão a falar.'"

"O meu marido tentou me defender", acrescentou Caceres. “O tipo tinha o punho pronto para para me atacar. E o meu marido disse-lhe: 'Tu não tocas nele!'. " Caceres foi o primeiro alvo das agressões que são visíveis no vídeo. Foi então que o grupo começou a espancar Fresnada no chão, e ele disse ao marido para fugir.

Em declarações ao New York Daily News, Caceres disse que Fresnada foi espancado por "10 a 15 minutos" e explicou também ele não tinha telemóvel para chamar a polícia. Quando fugiram os atacantes de Fresnada deixaram-no no meio da rua com um crânio fraturado. Ele ainda respirava e estava a sangrar da cabeça quando Caceres voltou para junto do marido.

Embora nenhum carro ou peão que passasse tentasse ajudar enquanto o homem morria na rua, uma ambulância chegou mais tarde para levar Fresnada ao hospital onde morreu devido aos ferimentos vários dias depois. Caceres diz que tudo o que os atacantes levaram foi um único dólar que Fresnada tinha com ele.

Caceres, originário das Honduras, e Fresnada, nascido em Cuba, conheceram-se através de um programa para homens gays pobres em 2015 e viviam juntos perto do local do ataque.

Confira o vídeo do momento do ataque e com fotos dos atacantes obtidas com câmaras de vigilância na zona:

EUA: Homem gay é espancado por um dólar no dia de Natal e acaba por morrer

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas TRÊS e CINCO.
Depois clique em OK.

© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal