Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 15 Janeiro 2020 14:53

SAÚDE
Homem faz história por ser o primeiro piloto seropositivo na Europa



O homem disse estar "orgulhoso e impressionado" depois de conseguir ser o primeiro piloto comercial na Europa com HIV.


James Bushe, de 31 anos, queria ser piloto desde criança. Começou a aprender a pilotar aviões com apenas 15 anos de idade e, aos 17 anos, tinha sua carta de piloto particular - antes mesmo de ter a carta de carro.

Há cinco anos, Bushe foi diagnosticado com VIH. Em 2017, quando lhe foi oferecido um lugar no programa de formação de uma companhia aérea, viu recusado o atestado médico necessário para obter a sua licença comercial por causa deste diagnóstico.

Na altura, a Autoridade de Aviação Civil (CAA) do Reino Unido estava sujeita às regras da Autoridade Europeia para a Segurança da Aviação (EASA), que indicava que um certificado médico não podia ser concedido a alguém que era VIH+.

Bushe decidiu combater esta situação com a ajuda da organização HIV Scotland, e documentou anonimamente todo o processo no Twitter sob o pseudônimo "Pilot Anthony". Dois anos depois, ele ganhou o caso e revelou sua identidade, sendo oficialmente capaz de voar a partir desta segunda-feira, 13 de janeiro.

Ele está em formação com a companhia aérea Loganair, voando no lugar de co-piloto desde novembro de 2019, mas pode agora voar com o Embraer 145 Regional Jets a partir da base da companhia aérea no aeroporto de Glasgow, Escócia.

Segundo a BBC, a CAA mudou as regras, mas só permitirá que pessoas soropositivas voem em operações multi-piloto, e referiu esta limitação como forma de poder permitir pilotos VIH+ antes da reformulação dos regulamentos da AESA.

Bushe referiu que esta medida irá permitir a qualquer pessoa VIH+ ter a possibilidade de ter piloto de aviação comercial.

A minha esperança agora é que isto desencadeie ações não apenas no Reino Unido, mas no resto da Europa. Qualquer pessoa que se sinta restringida pela condição, que esteja na minha situação, agora pode seguir seus sonhos.
Não há nenhuma razão no ano de 2020 para que uma pessoa seropositiva deva enfrentar barreiras em qualquer profissão. Viver com esta condição não ameaça nem a minha vida ou a minha saúde, e eu não posso passar o VIH para os outros.
 James Bushe

O director executivo da Loganair, Jonathan Hinkles, acrescentou: "O VIH não é um obstáculo para o emprego em outras indústrias e não há razão para que isso aconteça na aviação".

Bushe, referiu também que o facto do ex-jogador de rugby Gareth Thomas ter divulgado o seu estatuto de VIH positivo em 2019, foi a sua inspiração para dar este passo de visibilidade.

Nathan Sparling, director executivo da HIV Scotland, diz que a vitória histórica de Bushe mostra que, qualquer que seja a situação de alguém, podem seguir os seus sonhos.

SAÚDE: Homem faz história por ser o primeiro piloto seropositivo na Europa

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e CINCO.
Depois clique em OK.

© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal