EUA: Diocese na Califórnia aprova saída da Igreja Episcopal (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Domingo, 9 Dezembro 2007 12:25

EUA
Diocese na Califórnia aprova saída da Igreja Episcopal



Uma diocese californiana da Igreja Episcopal dos Estados Unidos decidiu, em votação histórica neste sábado, separar-se da igreja depois de anos de divergências em relação aos direitos de mulheres e homossexuais.


Representantes clericais e leigos da Diocese Episcopal de San Joaquin, em Fresno, Califórnia central, decidiram deixar a igreja, que vem enfrentando dissidências desde 2003, quando seus fiéis norte-americanos consagraram seu primeiro bispo abertamente homossexual.

A votação pela separação teve 173 delegados a favor e 22 contra, muito mais do que os dois terços necessários.

Na dissidência dos últimos anos, a Igreja Episcopal indicou que 32 de suas 7.600 congregações deixaram a igreja, com outras 23 tendo votado a saída, mas não chegando a tomar as medidas finais. San Joaquin foi a primeira diocese entre as 110 da igreja a separar-se completamente.

No ano passado, a Diocese de San Joaquin - que tem 8.800 membros e 47 templos - decidiu, em votação na sua convenção anual, separar-se da igreja, mas a decisão final foi adiada até a reunião deste sábado.

'Esta é a primeira vez, creio, que a uma diocese finalmente disse 'basta' à teologia liberal da Igreja Episcopal', disse o bispo John-David Schofield, da diocese de San Joaquin.

As divisões e cismas estiveram sempre presentes no Cristianismo desde a sua criação, mas a expressão de diferenças pelos mass media e pela Internet em questões sociais polémicas como direitos dos homossexuais e de mulheres colocaram essas disputas - antes debatidas a portas fechadas - em grande destaque.

Nos anos recentes, a Igreja Episcopal enfrentou dissidências na ordenação do bispo Gene Robinson, de New Hampshire, e o casamento entre pessoas do mesmo sexo praticado por algumas congregações.

Também há divergências quanto ao papel da mulher. San Joaquin é uma entre três dioceses dos EUA que não ordena mulheres pastoras. A Igreja Episcopal dos EUA é comandada por uma mulher, a bispa Katharine Jefferts Schori.

IGREJA DA ELITE

Com 2,4 milhões de membros, a Igreja Episcopal representa menos de 1 por cento da população do país, mas seus membros têm uma influência desproporcional na vida política e social dos Estados Unidos.

Figuras históricas como George Washington, Benjamin Franklin e Thomas Jefferson eram episcopais. No século 20, Franklin Roosevelt, George H.W. Bush (pai do atual presidente) e Gerald Ford também seguem a fé episcopal.

(com edições PortugalGay.PT)

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SEIS e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal