Pesquisa:
 

Domingo, 19 Julho 2009 08:54

EUA
Justiça para Lateisha (Teish) Green



No primeiro julgamento depois da nova lei sobre crimes de ódio, o júri que deliberava sobre o assassinato de Lateisha Green ocorrido em Novembro passado em Syracuse, considerou Dwight DeLee, de 22 anos, culpado.


Green e o seu irmão Mark Cannon estavam sentados num carro em Seymour Street quando foi disparado um tiro contra o carro, atingindo Teish mortalmente.

De acordo com as definições legais norte-americanas, o júri não condenou DeLee de assassínio por ódio em segundo grau, que seria mais gravoso, somente por homicídio por ódio do primeiro grau. "A justiça foi feita, mas nunca mais veremos Teish de novo", disse um tio da vítima.

Este não é somente o primeiro julgamento por crime de ódio no condado de Onondaga, mas é também a primeira condenação por ódio envolvendo uma mulher transexual no estado de New York e o segundo no país.

DeLee foi também considerado culpado por posse criminal de arma, estando a leitura da sentença marcada para 18 de Agosto. DeLee enfrenta uma pena mínima de 10 anos numa prisão estadual, podendo ir até um máximo de 25 anos.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2009)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas DOIS e CINCO.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal