Índice
On-Line
Notícias

Quarta-feira, 22 Dezembro 2010 01:34

ONU
Secret√°rio geral da ONU e embaixadora dos EUA participam em evento LGBT



O Secret√°rio-Geral Ban Ki-moon, e a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, participaram num Painel de Alto N√≠vel das Na√ß√Ķes Unidas no dia 10 de dezembro, que condenou a viol√™ncia anti-gay e a criminaliza√ß√£o das rela√ß√Ķes entre pessoas do mesmo sexo.


O evento no Dia dos Direitos Humanos foi promovido por diversas na√ß√Ķes e organizado pela International Gay and Lesbian Human Rights Commission, Human Rights Watch e outras organiza√ß√Ķes.

"A violência só terá fim quando confrontarmos o preconceito", disse Ban. "O estigma e a discriminação só terão fim quando estivermos dispostos a falar publicamente. Isso exige que todos nós façamos o nosso papel - falar em casa, no trabalho, nas nossas escolas e comunidades"

"Sempre que h√° uma tens√£o entre as atitudes culturais e direitos humanos universais, os direitos humanos universais deve levar a melhor", disse. "Reprova√ß√£o pessoal, at√© mesmo a reprova√ß√£o pela sociedade, n√£o √© desculpa para prender, deter, aprisionar, perseguir ou torturar algu√©m - jamais ... O Dia dos Direitos Humanos comemora a Declara√ß√£o Universal dos Direitos Humanos. N√£o √© a Declara√ß√£o Parcial de Direitos Humanos.. . N√£o √© a Declara√ß√£o dos Direitos Humanos De Vez Em Quando. √Č a Declara√ß√£o Universal, garantindo a todos os seres humanos seus direitos humanos b√°sicos, sem exce√ß√£o. "

Rice disse na reuni√£o: "A hist√≥ria do meu pa√≠s √©, em parte, uma hist√≥ria de expans√£o das barreiras aos direitos e dignidade - do forma como a discrimina√ß√£o e o preconceito t√™m sido combatidos atrav√©s da aceita√ß√£o e da igualdade. Eu sinto isso profundamente e sinto isto pessoalmente. Mesmo numa √©poca de profundos desafios no nosso pa√≠s e no exterior, n√£o nos atrevemos a desistir das grandes causas de igualdade e de direitos fundamentais. E isso inclui o exerc√≠cio de direitos plenos e iguais para os milh√Ķes de pessoas neste pa√≠s e em todo o mundo que s√£o gays, l√©sbicas, bissexuais ou transg√©neros".

"A mundan√ßa", disse Rice, "vem do povo ... que se recusa a ir para a parte de tr√°s do autocarro. Vem dos l√≠deres, os ativistas e os homens e mulheres comuns que acreditam que todos os seres humanos t√™m igual valor, igual dignidade, trabalho igual. - e direitos iguais Esta convic√ß√£o est√° na base de passos significativos que os Estados Unidos assumiram nas duas √ļltimas d√©cadas, para avan√ßar com os direitos humanos de todos aqueles que s√£o gays, l√©sbicas, bissexuais e transg√©neros ".

O evento foi patrocinado pelas miss√Ķes da ONU da Argentina, B√©lgica, Brasil, Cro√°cia, Fran√ßa, Gab√£o, Holanda, Estados Unidos da Am√©rica, Nova Zel√Ęndia, Noruega e pela Delega√ß√£o da Comiss√£o Europeia.

Índice
On-Line
Notícias
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados