Índice
On-Line
Notícias

Sexta-feira, 24 Dezembro 2004 00:59

PORTUGAL
PSD faz acordo com partido homofóbico



O PSD estabeleceu acordos com o MPT e o PPM com vista às eleições legislativas de 20 de Fevereiro de 2005.


Estes acordos de "colaboração política e eleitoral" prevêem que o MPT e PPM não apresentem listas autónomas de candidaturas em qualquer círculo eleitoral. Os nomes apontados pelo MPT e pelo PPM a incluir nas listas terão o estatuto de independentes, comprometendo-se o PSD a colocar dois deputados propostos por cada partido em lugar elegível. Este acordo tem o pormenor interessante que é praticamente impossível os deputados do MPT e PPM serem eleitos caso os partidos concorressem sozinhos: nas últimas eleições legislativas, de 17 de Março de 2002, o Partido da Terra recolheu 0,28 por cento dos votos, e o Partido Popular Monárquico 0,23 por cento. O cabeça de lista do PPM às eleições europeias, Gonçalo da Câmara Pereira, fadista de profissão, afirmou publicamente em diversas situações uma total intolerância perante a homossexualidade tendo mesmo dito (perante um atónito apresentador de televisão) que "se tivesse um filho homossexual o poria imediatamente na rua!".
Índice
On-Line
Notícias
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados