PORTUGAL: Queer Lisboa 20 - resumo dia 6 (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quinta-feira, 22 Setembro 2016 13:59

PORTUGAL
Queer Lisboa 20 - resumo dia 6



Ele ha dias assim: uma sessão de curtas metragens assalta-nos os sentidos das formas variadas.


A destacar, Pedro dos portugueses André Santos e Marco Leão, If i met a magician do israelita Shaked Goren e, Moms on fire da polaca Joanna Rytel.

Pedro

Pedro é um jovem semi-aliado que vive com a sua mãe, uma senhora típica no limiar de uma depressão originada por uma carência afetiva. Eventualmente por isso, tem uma relação próxima com o filho fisicamente falando mas distante intelectualmente falando.

A frase “temos que estar na praia ás dez” como uma imposição quase laboral é depois contradita na praia quase que a lançar a decisão no outro, “se calhar viemos muito cedo”, eventualmente sim a praia 19 estava deserta.

Fica a ambiguidade, será que a mãe escolheu aquela praia porque sabia que o filho era gay? será também por isso que invade o WC lá de casa quando ele esta nu dirigindo-se para o banho? ou falamos mesmo de uma relação próxima e distante ao mesmo tempo que tem uma certa indiferença? nada é claro, e isso é bom neste caso.

If i met a magician

Já o filme de Shaked Goren, suscita outros sentimentos, talvez roçando o pânico. A personagem é um militar israelita que, como todos os outros militares e população em geral, vivem ao som das sirenes que anunciam a proximidade de mais um míssil. Duas cenas marcam, a meu ver, o filme: uma primeira é uma comédia lamentável, as primeiras cenas mostram um grupo de militares a resguardar-se porque a sirene foi acionada, e numa das vezes passa um carro civil pelo grupo que diz tratar-se de uma avaria do sistema, não há míssil nenhum. Nós algo familiarizados com esta guerra depara-mo-nos com a sensação que estes como os do outro lado são apenas carne para canhão: uma comunicação via rádio alertando para a avaria não lhes ocorreu, deixar soldados à beira de um ataque de nervos não é importante.

A segunda cena surge quando a personagem principal está num bar gay e tem um flirt junto ao WC do bar. O seu engate percebe que ele é militar e inicia o processo de realização quem sabe da sua fantasia: sexo com um militar! Retira do saco a camisola da farda e veste ao nosso herói, depois a arma, e pelo meio os toques mais ou menos bruscos dizem à nossa personagem que tudo que ele não quer é aquela farda, aquela arma que empunha com vigor afasta assustado o seu engate. Um filme ligeiro mas que dá que pensar.

Moms on fire

Mas nada como regressar os tempos de infância e rever um filme em que as personagens não são de carne e osso, mas de plasticina. “Moms on fire” é a delicia lésbica de duas mulheres grávidas que dizem ao mundo que as grávidas também têm sexo. Os diálogos dos seus filhos ainda pequenos e os comportamentos visuais do gato sem pelo, um Sphynx, são hilariantes. Desta forma meio "light" um assunto que não se cuida, por tabu e ou ignorância, é aqui debatido. Por outras palavras: a brincar falou-se de coisas sérias.

João Paulo, editor PortugalGay.pt

Fotos do dia

Disponíveis aqui.

PORTUGAL: Queer Lisboa 20 - resumo dia 6

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas TRÊS e CINCO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal