Índice
On-Line
Notícias

Quarta-feira, 21 Dezembro 2005 00:07

EUA
Juíz proíbe ensino de Intelligent Design nas escolas



Segundo a agência Reuters um juiz proibiu o ensino da teoria de “Intelligent Design” como uma alternativa à teoria de evolução numa escola da Pensilvânia, afirmando de forma categórica num documento de 139 páginas que a direcção da escola violou a proibição constitucional de ensinar religião nas escolas públicas. Grupos conservadores Cristãos têm feito pressão para que o creacionismo seja ensinado nas escolas e tiveram um papel preponderante na reeleição do Presidente George W. Bush.


O Juiz condenou a atitude da direcção da escola de colocar de lado “questões seculares em detrimento de um objectivo religioso”.

A teoria de “Intelligent Design” afirma que alguns aspectos da natureza são tão complexos que têm de ser necessariamente obra de uma entidade superior e não resultado de um processo aleatório de selecção natural, como indica Charles Darwing na sua teoria da evolução de 1859.

Os oponentes do “Intelligent Design” por seu lado, indicam que a teoria é apenas uma forma encapuçada de criacionismo – a crença que o mundo foi criado por Deus tal como descrito no Livro do Génesis – que o Supremo Tribunal dos E.U.A. já tinha anteriormente indicado como inadmissível nas escolas públicas.

A escola foi processada por um grupo de 11 pais que acusavam a escola de tentar ensinar algo que não era científico e que estava deslocado das aulas de biologia do ensino secundário. Os pais ganharam a causa, e o juiz sugeriu que entrassem com um processo adicional por danos morais e custas legais contra a escola.

Índice
On-Line
Notícias
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados