Índice
On-Line
Notícias

Terça-feira, 20 Maio 2003 00:59

COLÔMBIA
Guerrilha persegue homossexuais



As FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e grupos paramilitares de direita estão ameaçando a comunidade glbt da Colômbia sem que o governo central tome medidas para protegê-la.


O professor Manuel Gaviria, homossexual e residente en Bogotá, recebeu várias ameaças contra sua vida das FARC por estar “influenciando a mente de crianças”. A denúncia foi feita à polícia local que até agora não tomou providências. Esse caso não é o único. Nos últimos meses outras denúncias de perseguições homofóbicas foram feitas e permanecem sem solução. As FARC têm aplicado indiscriminadamente testes de HIV e os que têm resultado positivo estão sendo expulsos ou ameaçados de morte. Na região de Barrancabermeja, as AUC (Auto Defensas Unidas de Colombia), grupo paramilitar de direita têm expulsado gays e lésbicas por os considerarem “ pessoas inaptas a viver em sociedade”. Em Barranquilla e Soledad um grupo de “limpeza social” está enviando cartas a donos de estabelecimentos freqüentados por gays e lésbicas determinando que deixem as cidades em 48 horas sob pena de serem assassinados e seus negócios destruídos.
Índice
On-Line
Notícias
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados