Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Domingo, 19 Outubro 2014 09:51

SANTA SÉ
Relatório final do Sínodo ignora gays



O parágrafo que apresentava as uniões homossexuais como positivas foi removido na versão final do documento.


A reunião de Bispos católicos foi pedida pelo Papa Francisco com o objectivo de analisar uma nova abordagem da Igreja Católica às famílias de hoje.

Nova realidade familiar

E o relatório final do Sínodo apresenta novidades: uma aceitação de que há "elementos positiivos" nas uniões heterossexuais fora do Matrimónio Católico, incluindo em situações em que não há nenhum vínculo formal entre as duas pessoas.

Uma nova forma de ver o planeamento familiar pedindo "respeito" pela "avaliação moral" dos Católicos relativamente a esta questão.

Impasse

Mas quando chegou aos casais do mesmo sexo os Bispos ficaram num impasse. O primeiro rascunho do documento dizia gays e lésbicas tinham "dons e talentos para oferecer à comunidade cristã" e que havia "benefícios" para os membros de um casal do mesmo sexo devido à sua união. A formulação gerou polémica e os Bispos tentaram encontrar uma nova forma de colocar a questão escrevendo apenas que "as pessoas com tendências homossexuais devem ser acolhidos com respeito e sensibilidade" e que a doutrina da igreja é que o casamento é apenas entre um homem e uma mulher.

Mesmo assim esta referência não conseguiu uma maioria de dois terços necessária para a sua aprovação.

Maioria era a favor

O Papa Francisco parece empenhado em não deixar a questão morrer e disse no encerramento da reunião de que "Pessoalmente, eu teria ficado muito preocupado e triste se não tivessem havido estas discussões ... animadas ... ou se todo mundo estavesse de acordo ou em silêncio numa paz falsa e condescendente".

Também reveolu a sua intenção de que todo o processo seja divulgado publicamente incluindo os resultados das votações.

Os temas mais polémicos como a visão positiva das uniões homossexuais tiveram mais de 50% dos votos a favor, mas sem chegar à maioria qualificada necessária para serem incluídos no documento da reunião.

Reunião magna em Outubro

A reunião dos cerca de 200 Bispos que aconteceu estas duas semanas precede uma nova reunião em Outubro de 2015 onde estas questões da família voltarão a ser discutidas pelas cúpulas da Igreja Católica Apostólica Romana para produzir um documento mais completo sobre o assunto.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas TRÊS e QUATRO.
Depois clique em OK.

© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal