Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Segunda-feira, 11 Novembro 2013 22:34

RÚSSIA
Neo-Nazi atraía homossexuais para encontros e espancava-os



Com o propósito de combater uma suposta pedofilia um neo-nazi fazia-se passar por gay em salas de chat e combinava encontros com outros homossexuais, na realidade com o objetivo de agredir pessoas.


Foi desta forma que atraiu a um apartamento alguns jovens e menos jovens homossexuais que depois humilhou e espancou e gravou sempre os seus actos em video que depois postava nas redes sociais.

Os jovens depois de estarem na presença de Maxim Martsinkevich eram obrigados a dizerem que eram homossexuais para a câmara, a simularem relações sexuais nomeadamente com frutas, e depois eram espancados. Um dos vídeos mostra Maxim a bater num jovem homossexual de origem iraquiana.

A policia pressionada pelos grupos homossexuais investigou e quando fez buscas na casa de Maxim e na casa dos pais já não o encontrou.

Por sua vez Maxim postou no Vkontakte, o equivalente ao FaceBook na Rússia, que tinha deixado o país para umas "férias urgentes" de forma a evitar "acusações criminais de extremismo".

No video os extremistas alegam que as ações pretendiam punir grupos pedófilos.

Um estudante de 20 anos de origem sul africana a estudar na Universidade do Estado Shukov, foi atraído a um apartamento onde foi vitima de sequestro, espancamento e humilhação por parte de Maxim e restantes elementos do grupo.

O seu advogado exigiu uma investigação sobre o ataque homofóbico e disse que a lei aprovada recentemente por Putin tem legitimado ataques homofóbicos um pouco por toda a Rússia tanto que os agressores não se escusam a mostrar a cara nos vídeos que fazem dos ataques.

Adiantam ainda que a desculpa de perseguição a pedófilos é apenas o criar de uma cortina de fumo sobre os ataques que visam todos os homossexuais.

Maxim fugiu assim do país para não enfrentar a justiça numa acusação que lhe poderia custar dois anos de cadeia, e estará na Tailândia de onde tem postando fotos da sua estadia.

RÚSSIA: Neo-Nazi atraía homossexuais para encontros e espancava-os

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SEIS e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal