Pesquisa:
 

Domingo, 9 Setembro 2007 21:16

ISRAEL
Gangue neonazi homofóbico é detido



A polícia israelita disse ter prendido um gangue neonazi acusado de vários ataques contra estrangeiros, gays e religiosos judeus. Os oito suspeitos - que têm entre 16 e 21 anos - são cidadãos israelitas que se mudaram para Israel vindos de países da antiga União Soviética, foram presos há um mês, mas a notícia só foi divulgada agora


Segundo a polícia, foram encontrados uniformes nazis, retratos de Adolf Hitler, facas, armas e explosivos do tipo TNT, durante as buscas realizadas às casas dos suspeitos.

A prisão do gangue acontece após um ano de investigação, iniciada após terem ‘grafitado’ suásticas numa sinagoga em Petah Tikva, uma cidade a leste de Tel Aviv.

Segundo a polícia, os acusados tinham como alvos homossexuais, judeus ortodoxos e toxicodependentes e frequentemente gravavam os ataques.

«É difícil acreditar que simpatizantes da ideologia nazi existam em Israel, mas isso é um facto» , disse Revital Almog, o policia responsável pela investigação.

Os suspeitos foram viver em Israel de acordo com a Lei do Retorno, que permite que qualquer pessoa com pelo menos uma avó ou um avô judeu se torne cidadão israelita.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2007)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal