Pesquisa:
 

Terça-feira, 8 Março 2005 00:57

ONU
Feministas querem incluir trans em organismo da ONU



Feministas latino-americanas apresentaram ao Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) as demandas mais importantes das mulheres da região, como a violência, a pobreza das zonas rurais e indígenas, a violação dos direitos humanos das mulheres por serem mulheres ou por sua orientação sexual. Durante reunião de trabalho, o Comitê Latino-Americano da Plataforma de Ação de Pequim + 10 expressou ao organismo sua preocupação com o retrocesso dos avanços conquistados até o momento. As feministas destacaram a necessidade de “ampliar a agenda de gênero”, como a inclusão da Conferência Mundial contra o Racismo, a Xenofobia e outras formas de discriminação que afetam as mulheres negras e indígenas, assim como as lésbicas, transexuais e transgêneros.


Lobana Berkins, da Associação de Luta pela Identidade de Travestis e Transexuais, destacou a opressão das quais transexuais são objeto e que se reflete na taxa de mortalidade que não supera os 30 anos de vida. “Não temos direitos e os Estado nos obriga a exercer a prostituição como uma forma de vida”, disse ela. Berkins pediu para que não utilizassem o termo trabalhadoras sexuais, porque seria o reconhecimento de que elas são “empregadas” do Estado. Por último, a diretora para América Latina do UNIFEM, Marijke Valzeboer, disse que já se passaram 30 anos de defesa dos direitos das mulheres e é o momento de encontrar as soluções.

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2005)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal