Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Terça-feira, 7 Setembro 2021 22:53

PORTUGAL
Santarém com algumas centenas de pessoas pelos direitos LGBT+



A Marcha do Orgulho LGBT+ saiu à rua este ano, e umas boas centenas fizeram-se ouvir enquanto passavam.


No passado sábado formam chegando aos poucos, traziam bandeiras de múltiplas cores, traziam pancartas, até chegou a uma faixa e depois outra, eram os “marchante” da segunda Marcha do Orgulho de Santarém, a primeira física, porque ano passado já tinha acontecido, mas de forma virtual. Na ocasião com a situação pandémica bem mais complicada, não se marchou, mas desenvolveu-se eventos vários para assinalar a ocasião. Este ano, quando parece que os efeitos da pandemia que o mundo vive já parecem mais controláveis, Santarém não deixou de assinalar a data nas ruas.

Juntou-se ao evento o Bloco de Esquerda, que uma hora antes da hora marcada para reunir, desenvolveu o evento intitulado “A minha 1ª marcha LGBTI+”, que contou com testemunhos da deputada e candidata por Santarém Fabíola Cardoso, Jéssica Vassalo, Natacha Queirós e João Paulo, abrindo depois espaço para outros testemunhos. A ideia, é não deixar cair a história, relembrar que houve um caminho antes deste que agora caminhamos.

Depois e já com umas dezenas presentes foram chegando mais e mais marchantes, e pouco depois da hora marcada se lançaram ao caminho.

Numa Santarém meio adormecida, os pescoços das esplanadas foram-se torcendo para ver quem passa e as persianas dos prédios deixavam passar quem vinha ver a marcha passar, quem vinha fotografar, e até aplaudir, a Marcha de Santarém vulgo MOS teve sinal verde para avançar.

Salgueiro Maia talvez não tenha pensado em todos os portugueses quando marchou em 25 de Abril de 74 pela LIBERDADE deste povo, talvez porque ignorou muitos dos camaradas que marcharam na guerra do ultramar, mas a MOS quis homenageá-lo à passagem pela sua estatua, a liberdade de um povo mede-se afinal pela coragem que esse povo sente e tem para sobreviver. A MOS termina no mesmo local de onde partiu, no Jardim da República, onde desde o coreto foi lido o manifesto e se deu espaço a pessoas e coletivos terem também uma palavra.

E agora?

Para o ano tem mais, mas mesmo antes do fim do ano e já a seguir temos a Marcha do Orgulho LGBT+ de São João da Madeira no próximo domingo dia 12, e os São Joanenses espero por ti para dar visibilidade à luta das pessoas LGBT+, à luta pelos Direitos Humanos.

Foto-reportagem

No Facebook do PortugalGay.pt

PORTUGAL: Santarém com algumas centenas de pessoas pelos direitos LGBT+

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas TRÊS e QUATRO.
Depois clique em OK.

© 1996-2021 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal