PORTUGAL: Estudo reforça capacidades parentais de gays e lésbicas (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Sábado, 5 Novembro 2016 08:40

PORTUGAL
Estudo reforça capacidades parentais de gays e lésbicas



Apesar dos que os “haters” possam dizer a respeito, a ciência prova uma vez mais que os pais LGBT são tão bons pais como os heterossexuais.


Segundo a publicação Developmental Psychology da Associação Americana de Psicologia o comportamento das crianças não e afetado pela orientação sexual dos pais mas sim por stresses vários relacionados com a parentalidade.

Então se ter duas mães não é o que “trama” as crianças, então o que é? O stress existente na parentalidade. Explica o estudo que os processos familiares são o que imprimem comportamentos nas crianças adotadas por um ou outra estrutura familiar. E acrescenta que não há diferenças entre os tipos de família, no que à educação dos filhos diz respeito.

Rachel H. Farr responsável pelo estudo em referência disse que a ideia do estudo era informar o debate público sobre adoção de crianças por casais do mesmo sexo.

Estes resultados que suportam muitos outros resultados idênticos sobre famílias adotivas geridas por duas mães, dois pais e ou um pai e uma mãe, podem servir questões legais, politicas e práticas Rachel H. Farr

.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas DOIS e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal