Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Sábado, 2 Maio 2009 21:12

EUA
A saga da Miss Califórnia continua



A saga de Carrie Prejean, a concorrente a Miss EUA da Califórnia que ficou em segundo lugar no concurso após ter dito ao júri que os casais gays não deveria ter direito a casarem-se, continua a ter novidades.


Entre diversas reviravoltas recentes, um dos directores do concurso Miss Califórnia EUA, Keith Lewis, afirmou que Prejean tem de voltar ao seu trabalho como Miss Califórnia.

"Tendo em conta o facto que o primeiro acto de Carrie Prejean assim que voltou à Califórnia foi o de presidir a cinco serviços religiosos na sua igreja a promover a homossexualidade como anti-natural e anormal, ficamos preocupados com a sua imagem individual e olhamos em frente para um momento em breve em que ela possa deixar de lado a sua agenda pessoal e assumir as responsabilidades associadas com ser a Miss Califórnia EUA, incluindo a promoção da nossa plataforma oficial, 'A Beleza da Califórnia' cujo único propósito (sic) é abarcar a diversidade," afirmou Lewis.

Tal parece pouco provável... Em 30 de Abril, Prejean foi a estrela de um novo anúncio na televisão da Organização Nacional pelo Casamento - não gay, entenda-se - (NOM no original em inglês), na sequência do muito parodiado "Gathering Storm".

O novo anúncio também tem pequenos vídeos de Joe Solmonese, Presidente da Human Rights Campaign e do juíz do concurso Miss EUA, o blogger gay Perez Hilton a chamar Prejean de "a dumb bitch" (algo como "uma cabra ignorante") no seu blog.

Hiltron rapidamente apresentou uma queixa de violação da Digital Millennium Copyright Act e o anúncio foi removido do YouTube, embora a utilização do material no vídeo da associação provavelmente seja permitido pela lei de "fair use".

A própria NOM também fez diversas queixas idênticas com base na DMCA após as fitas das audições para o vídeo "Gathering Storm" terem escapado para o público e terem sido postadas pela HRC no YouTube.

Após a aparição de Prejean no anúncio, a organização da Miss Califórnia EUA emitiu um comunicado informando que "em toda a história da Miss EUA, nenhuma detentora do título se mostrou tão rapidamente empenhada em emprestar a cara e a voz a um tema tão fracturante e polarizador".

E agora Hilton postou um novo vídeo no seu blog onde diz que Prejean deveria renunciar e entregar a tiara.

"Agora que ela está a tornar-se oficialmente num 'cruzado' do casamento tradicional, acho que é tempo para ela deixar a coroa de Miss Califórnia, fazer essa pequena concessão, e deixar a sua posição como segunda selecionada na Miss EUA", disse. "É chegada a altura de ela começar a usar o cinturão do casamento tradicional e começar realmente a trabalhar nisso em exclusivo, se é essa a sua paixão."

Entretanto na MSNBC, ficamos a saber que os organizadores do concurso na Califórnia pagaram a Prejean para ter implantes mamários semanas antes da competição da Miss EUA. A informação foi prestada por Shanna Moakler, directora executiva da Miss Califórnia EUA.

E finalmente, Prejean inflamou a blogayesfera em 26 de Abril quando revelou em entrevista a Rex Wockner que ser gay não é algo inato mas sim um comportamento adquirido.

"Não, não me parece", disse numa entrevista na Rock Church em San Diego. "Eu acho que é um comportamento que se desenvolve ao longo do tempo".

Quando questionada porque alguém "escolheria" ser homossexual tendo em conta a discriminação que as pessoas homossexuais estão sujeitas, Prejean afirmou: "Não tenho a certeza sobre qual seria a motivação".

Nesse momento os representantes da Rock Church terminaram a entrevista de cinco minutos e meio, indicando que um outro repórter estava à espera para falar com ela.

Antes na entrevista, Prejean disse que os seus comentários no concurso - "O casamento deve ser entre um homem e uma mulher" - não teriam sido nada de especial se Hilton não a tivesse classificado como "uma cabra ignorante".

"Perez Hilton teve, obviamente, uma agenda escondida, tendo em conta aquela reacção logo após o concurso", disse. "Ele não concordou com o que eu disse, e como tal ele queria ir para a rua e agredir-me, e dizer coisas que magoam muito. Como tal, eu acho que isto não estaria a acontecer neste momento se ele não tivesse feito isso. Como tal, teria sido apenas eu a expressar as minhas opiniões... e eu acho que a coisa teria acabado por aí. Mas a verdade é que ele foi para a rua e atacou-me, está a ver, verbalmente, e isso é a razão porque isto tudo está a acontecer."

Prejean disse que se pudesse voltar atrás, não teria dito nada de diferente, e indicou que o Presidente Barack Obama concorda com a posição dela relativamente ao casamento.

"Eu tenho montes de amigos que são gay", disse. "Isto não é um ataque verbal às pessoas homossexuais. É só uma questão de opinião, e da forma que o assunto foi levantado, da forma que surgiu, não havia mais alternativas, eu sabia que eu ia casar com um homem quando crescia. E como tal, para mim, é uma coisa bíblica, é algo que eu fui educada a acreditar, hummm, que o casamento, está a ver, é entre um homem e uma mulher. Até o Barack Obama apoia isto. A maior parte das pessoas no nosso país apoia isto [embora as mais recentes sondagens digam o contrário]. A secretária de estado [Hillary Clinton] apoia isto. Como tal, não vejo qual o problema com isto."

Ela acrescentou que ela gosta de Obama. E perguntou ao vosso repórter: "Porque o Barack Obama não concorda convosco, isso faz dele um mau presidente?"

Ao que o repórter respondeu, "Não, eu por acaso até tenho alguma simpatia pelo Barack Obama como presidente".

"Eu também", concluiu Prejean.

[Nota PortugalGay.pt: Hillary Clinton afirmou no passado preferir uma solução de uniões civis em vez de casamento para casais do mesmo sexo, no entanto votou contra uma lei federal que iria proibir os estados de reconhecerem o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Em afirmações mais recentes não colocou de parte a ideia de conceder "todos os direitos" aos casais do mesmo sexo.]

EUA: A saga da Miss Califórnia continua

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e DOIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2022 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal