Pesquisa:
 

Sábado, 2 Abril 2011 12:47

SUÉCIA
Casal de lésbicas alegam discriminação no apoio de licença parental



Um casal de lésbicas acusa a agência sueca de segurança social de discriminação após ter sido negado o direito à bonificação aplicável aos pais que compartilham uma licença parental de forma igual.


Apesar de partilhar de forma igual a licença parental, o casal de lésbicas em Malmö, nunca recebeu a carta da Segurança Social (Agência Försäkringskassan) para solicitar o bónus de equidade de género.

Agora o casal da cidade fronteiriça apresentou uma queixa contra a agência no Provedor de Justiça da Igualdade (Diskrimineringsombudsmannen - DO).

"Temos a licença parental partilhada de forma igual e, portanto, esperamos receber o bónus de equidade de género", escreveram na queixa que entregaram em 1 de março de 2011.

O prémio de igualdade de género foi projetado para encorajar os pais a partilhar as tarefas parentais de forma mais equitativa. Os pais que partilham o mesmo número de dias pode receber um bónus máximo de 13'500 coroas (cerca de 1500 EUR) na forma de desconto no IRS.

Segundo a queixa, o casal teve uma filha em maio 2009, após uma das mulheres ter sido inseminado na Dinamarca em 2008.

Em fevereiro de 2009, inscreveram-se para a prova da paternidade para que o pedido de adoção fosse processado o mais rapidamente possível. Mas o processo de adoção arrastou-se e não foi aprovado até fevereiro de 2010.

A mãe biológica da criança teve licença de maternidade de maio a janeiro de 2009. A sua esposa assumiu a responsabilidade de fevereiro a setembro de 2010. Passaram então a ter licença parental em conjunto durante o resto do Outono.

"Acreditamos que temos sido vítimas de discriminação, porque temos a documentação provando que tivemos um filho juntas, apresentamos o processo de provar a paternidade (já antes do nascimento do filho), e pedimos a adopção o mais cedo possível (por outras palavras, quando a criança nasceu) ", ​​escreveu o casal em sua denúncia.

O casal disse que a Agência de Segurança Social forneceu informações inadequadas e que "eles realmente não parecem saber o que fazer."

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2011)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas DOIS e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal