Pesquisa:
 

Terça-feira, 1 Julho 2008 09:26

PORTUGAL
Juventude Socialista quer lei de Identidade de Género



A Juventude Socialista (JS) vai a congresso com um único candidato, que aposta nas questões LGBT. Casamento entre pessoas do mesmo sexo, adopção não exclusiva para casais heterossexuais ou o reconhecimento da mudança de sexo na lei portuguesa são algumas das reivindicações da Jota socialista


A Juventude Socialista (JS) quer que a lei portuguesa permita aos transexuais a mudança de nome e de sexo no Registo Civil. A proposta consta da moção de Duarte Cordeiro, único candidato a secretário-geral da JS, que se reúne em congresso a 18, 19 e 20 de Julho, no Porto.

No documento, intitulado "Agir por Igualdade", o futuro líder da JS sustenta que o actual quadro legal faz depender a mudança de nome e de sexo no BI a "procedimentos morosos, requisitos excessivamente restritivos, com obrigatória intervenção policial". O que produz "resultados díspares, em função do grau de preparação dos magistrados e da sua sensibilidade para a questão". Omissa do quadro legal português, a mudança de identidade nos documentos oficiais é uma questão que tem ficado ao critério dos tribunais. Duarte Cordeiro defende que a "igualdade e o livre desenvolvimento da personalidade não podem ficar dependentes da ausência de preconceitos do decisor", pelo que deve ser a própria lei a prever com toda a clareza a possibilidade da mudança de sexo no Registo Civil. A moção invoca o exemplo espanhol - "idêntica medida foi aprovada por unanimidade". O candidato a secretário-geral da JS propõe-se "promover a apresentação de um projecto de lei" sobre esta matéria.

A moção aposta nas questões sociais e na promoção da educação , emprego e habitação para os mais jovens, mas também nas questões LGBT. Tal como Pedro Nuno Santos, o actual líder da JS que agora deixa o cargo, Duarte Cordeiro defende o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a possibilidade de adopção por casais gay.

Vitalino Canas, porta-voz do PS, diz desconhecer a proposta para uma lei da identidade de género, pelo que o partido não tem por agora posição oficial sobre a matéria. Já quanto ao casamento e adopção por casais do mesmo sexo, reitera que é uma questão para o pós-2009, estando por definir se vai integrar ou não o programa eleitoral do PS.

Fica também a dúvida se o PS estará no governo depois das eleições de 2009...

Pode também ter interesse em:

 
On-Line
Arquivo Notícias (2008)
© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal