Comunicado de Imprensa (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay

PortugalGay.PT  


Comunicado de Imprensa




Cenas homossexuais em prédio inacabado

20 Julho 1999

A reportagem apresentada na página 4 do Jornal de Notícias de Terça-feira, dia 20 de Julho de 1999 é, do meu ponto de vista, além de absurda, insultuosa na forma como apresenta a questão. Diz a referida reportagem: "Há ali um problema vincado de Homossexualidade", senhores desde quando é que Homossexualidade é um problema?

Temos um reporter e, por consequência, um jornal, a trabalhar para o homofobismo deste país. A reportagem apresenta um ponto de vista degradador do homossexual. Tanto falatório porquê? Única e simplesmente porque se trata de uma minoria, desta vez foram os homossexuais mas também poderiam ter sido os indivíduos de etnia cigana ou os de raça negra. Este mesmo repórter esqueceu-se de fazer um artigo sobre as maiorias, ou para dar casos mais concretos, os muitos carros parados frente à praia de Espinho, do Farol da Boa Nova em Leça da Palmeira, nos espaços circundantes da Quinta da Conceição em Leça da Palmeira, ou ainda no monte de S. Braz em Santo Tirso. Nestes locais tambem têm pessoas que se sentem incomodadas, que foram à beira mar para ver o por do sol e tem como companhia o carro do lado numa demonstração de sexo ao vivo, em muito dos casos remunerado e do outro lado um carro do tipo telemóvel vibratório

Não somos todos ricos, nem todos temos carro, e por isso alguns aproveitam o canavial selvagem da Boa Nova ou as concavidades dos rochedos de qualquer praia para práticas heterossexuais em plena luz do dia, isto para não falar das pequenas tendas plantadas entre famílias no meio do areal e que dois minutos depois mais parecem gelatinas falantes ou direi emissores de embaraçosos ruídos.

Num próximo artigo talvez fosse interessante se, o referido repórter, ao escrever um artigo que falasse sobre o que realmente se trata: de um local com uma construção devoluta a qual dá oportunidade de ali se exercer práticas sexuais e não colocar títulos sensionalistas. Nós (os homossexuais) não somos o problema, o problema é uma sociedade pouco ou nada esclarecida, retrógueda, que com artigos como este vai ficar ainda mais atrasada do que já é.

Por último numa pequena parte deste artigo indica-se que a solução para o "problema" é demolir a estrutura existente para daqui a uns tempos fazer um daqueles planos mirabolantes de "ordenamento da orla costeira" e trazer aos bolsos de alguém grandes quantias para construir aquilo que alguém demoliu. Mas este país parece não querer aprender vivendo sempre com golpes de colarinho branco saindo estes sempre impunes, ou diria melhor limpos...

Assina:
jpaulo@portugalgay.pt (http://www.portugalgay.pt).

Este texto foi publicado pelo JN na secção do leitor em 16 de Agosto

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e CINCO.
Depois clique em OK.