PortugalGay.pt Pocket!
Índice Notícias
RÚSSIA: Seis feridos depois de ataque químico a activistas LGBT em Moscovo
Ter, 14 Nov 2017

RÚSSIA: Seis feridos depois de ataque químico a activistas LGBT em Moscovo
Acredita-se que um "infiltrado" terá indicado onde os activistas se iam encontrar nesse dia

Este sábado, 11 de novembro, seis defensores de direitos LGBT ficaram feridos quando um homem os atacou com uma substância desconhecida. Os activistas tinham acabado de sair da Quarta Conferência Familiar LGBTIQ+, organizada pelo grupo Resource.

A substância não foi ainda identificada, mas os testemunhos indicam um cheiro similar a acetona. No meio da confusão do ataque algumas das pessoas caíram e tiveram pequenas escoriações. Polícia e ambulância foram convocadas para a cena.

Em declarações ao Gay Star News, Mikhail Tumasov da Rede LGBT Russa, explica as suas suspeitas

Eu acredito que havia uma pessoa - um espião - que fingiu ser uma pessoa LGBT para obter informações detalhadas sobre o evento que não foi divulgado publicamente

Segundo o activista este tipo de ataques são comuns e é normal ter várias opções para realizar eventos. Ele também criticou a forma como as autoridades ignoram as questões LGBT, e embora a homossexualidade tenha sido despenalizada em 1993, ataques homofóbicos são comuns quer em Moscovo, quer na Chechénia.

PortugalGay.pt (Portugal)

PortugalGay.pt Pocket!   @
©2000-2017 Todos os direitos reservados PortugalGay®.pt