Convido-os a reflectir comigo um pouco (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay
Aberto
Opinião

Convido-os a reflectir comigo um pouco



Jul 2001

Eu sei o quanto é difícil adaptarmo-nos a esta vida, a este ritmo de viver, viver na mentira, na ilusão, mas tudo pode ser diferente basta nós querermos e é essa a mensagem que eu quero aqui deixar.

Vivesse intensamente "nada", porque nesta situação só sai Nada a não ser a m*rda do Sexo. Levantem a cabeça e digam Não! A esta situação.

O sol nasce para todos de igual forma, mas se estivermos à sombra ele não queima mas também não bronzeia, temos que nos deslocar para o sol se queremos bronzear ou queimar depende tudo da forma como o usamos.

É muito comum dizer-se eu sou só que ninguém desconfia então faz-se aparentar o que não se é realmente.

Acordem para a vida, porque vida só há uma esta e mais nenhuma, Vive agora, mas vive saudavelmente um relação homossexual.

Não entrem em relações de um, dois, três, ... dias, exigem mais até de vocês próprios.

Passem a viver com dignidade, olhem para vocês em vez de olharem para os outros primeiro.

VOCÊS não são a vossa sexualidade por isso não se deixem julgar por ela.

Portugal tem que se mentalizar que nós existimos e não somos assim tão poucos.

Temos de sair a rua com orgulho e não com disfarces e máscaras super maquilhadas para não descobrirem quem realmente nós somos e que no fundo choramos por não termos coragem.

Ao acordarem digam "hoje vou ter orgulho de ser eu realmente e os obstáculos vão se superar com a ajuda de Deus". Porque Deus está connosco embora a Igreja não.

A vida é curta demais para esperar por uma nossa decisão, por isso, eu digo assumam-se a quem realmente vos ama, porque quem ama aceita, ajuda, apoia, compreende, etc...

Nunca pensaram qual é a vossa missão cá? Eu já descobri o que quero e o que não quero para mim e qual é a minha missão.

Nunca se perguntaram qual é o sentido da viva ou da existência humana qual a finalidade? É muito simples basta sermos nós próprios, sermos Humanos, termos afecto, termos sentimentos (demostrados).

Eu assino como J.G mas o meu nome esse é João Gonçalves deixei de ter medo de dizer quem sou porque estou bem comigo mesmo.

Tenho alguma experiência nisto que vós digo porque já me "assumi" a um amigo de quem eu tenho confiança e a certeza de ser um verdadeiro amigo, este compreendeu na hora (mas ficou espantado e mesmo pasmado), apoia-me e até me dá conselhos. Toda a gente devia ser assim mas não é, por isso escolham bem a quem vão dizer e como vão faze-lo, mas uma coisa vos digo que vão-se sentir melhor depois de dizer (até com vocês próprios).

Saiam dessa fria e olhem o mundo sem receio e sem medo.

Curte, Namora, pois é sempre melhor que transar.

 

J.G
j.g.g@portugalmail.pt

 

Convido-os a reflectir comigo um pouco

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas CINCO e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal