SIDA: Combinação de Anti-retrovirais Pode Fazer a Diferença (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Terça-feira, 30 Dezembro 2003 00:00

SIDA
Combinação de Anti-retrovirais Pode Fazer a Diferença



A forma como os fármacos contra o VIH/SIDA são combinados e a ordem em que estes são ministrados aos pacientes podem fazer a diferença na luta contra o virus.


Investigadores italianos e norte-americanos concluíram que a combinação específica de zidovudina (ZDV), de lamivudina (3TC) e de efavirenze (EFV) é mais eficiente para iniciar o tratamento do que outras combinações. O estudo, que envolveu diversas universidades norte-americanas sob patrocínio do Instituto Nacional para as Alergias e as Doenças Infecciosas dos EUA, foi um dos mais vastos e complexos alguma vez feitos para determinar a mais eficiente estratégia de tratamento a aplicar a pacientes a quem são ministradas pela primeira vez terapias anti-retrovirais. As conclusões, dadas a conhecer na revista "The New England Journal of Medicine", mostram que a forma como os fármacos anti-retrovirais são combinados pode ser decisiva: "Algumas combinações são mais eficazes que outras e a forma como são sequenciadas faz, de facto, diferença", afirmou à Reuters Gregory Robbins, do Hospital Geral do Massachusetts.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal