PARENTALIDADE: Principal ameaça para crianças de pais do mesmo sexo é a discriminação (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Terça-feira, 24 Outubro 2017 11:10

PARENTALIDADE
Principal ameaça para crianças de pais do mesmo sexo é a discriminação



Um estudo abrangente concluiu que as crianças de pais do mesmo sexo tem um desenvolvimento equivalente ao das crianças de pais do sexo oposto.


O tema é particularmente relevante no contexto da referendo postal na Austrália sobre o casamento para gays e lésbicas. O estudo, publicado no Medical Journal of Australia, desmantela um argumento fundamental da campanha australiana contra a igualdade casamento que as crianças exigem tanto a mãe quanto o pai para terem sucesso.

A revisão de três décadas de pesquisa, sujeita a revisão por pares, realizada pelo Melbourne Children's, um hospital de ensino pediátrico e um instituto de investigação, concluí que as crianças criadas em famílias com progenitores do mesmo sexo tinham resultados a nível emocional, social e educacional equivalentes aos das crianças com famílias com progenitores de sexo oposto.

No entanto, o estudo descobriu que crianças de casais do mesmo sexo são prejudicadas pela discriminação de colegas e dos média.

As conclusões desta avaliação reflectem um consenso muito amplo nos campos de estudos familiares e psicologia. São processos familiares - qualidade dos progenitores, bem-estar dos progenitores, qualidade e satisfação com os relacionamentos dentro da família - e não as estruturas familiares que fazem uma diferença significativa no bem-estar das crianças e no desenvolvimento positivo 

Jovens LGBT sob pressão

No entanto, o estudo também concluiu que os jovens LGBT experimentaram taxas de angústia psicológica muito maiores na Austrália do que seus pares heterossexuais e cissexuais.

Os jovens LGBTIQ+ são muito mais propensos a ter uma má saúde mental, auto-agressão e suicídio do que outros jovens. Infelizmente, isto é em grande parte consequência do assédio, estigma e discriminação que eles e outros indivíduos e comunidades LGBTIQ+ enfrentam na nossa sociedade Frank Oberklaid

A investigação também defende que uma série de outros estudos sobre o assunto não foram realizados de forma adequada. O estudo amplamente citado de Regnerus comparou adultos criados por um pai gay ou uma mãe lésbica em qualquer configuração familiar com adultos que foram criados em ambientes familiares estáveis, heterossexuais e de dois pais, o que terá distorcido as conclusões.

O professor Oberklaid também defendeu que há evidências de um melhor bem-estar entre os jovens LGBT em países que legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo e que a defesa do bem-estar de todos é uma obrigação da classe médica.

PARENTALIDADE: Principal ameaça para crianças de pais do mesmo sexo é a discriminação

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SEIS e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal