EGIPTO: Manifestantes mortos por protestarem contra o regime (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Segunda-feira, 23 Fevereiro 2015 22:06

EGIPTO
Manifestantes mortos por protestarem contra o regime



Nos passados 18 meses já foram mortos 1500 manifestantes e milhares de pessoas foram presas em manifestações em defesa dos direitos humanos.


Algumas dessas pessoas foram presas por serem “demasiado gays”. Há também relatórios que indicam que estão a ser feitos exames anais por médicos do governo para provar que um homem é “homossexual crónico”.

A All Out está neste momento a organizar uma petição a pedir para que empresas como a Kelloggs, a Microsoft e o Marriot não colaborem com o regime de Sisi, e invistam num país que nega os direitos humanos.

Num contexto de crise mundial, o governo egípcio não pode perder acesso ao dinheiro estrangeiro, que irá financiar o plano de recuperação económica. Estas empresas são assumidamente pró-igualdade, a Kelloggs foi a patrocinadora oficial da Marcha do Orgulho de Atlanta, o Marriot oferece pacotes de casamento a casais gays e lésbicos no Reino Unido, e a Microsoft emitiu um comunicado global a manifestar o seu apoio aos direitos humanos.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e CINCO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal