ONU: Secretário geral da ONU e embaixadora dos EUA participam em evento LGBT (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 22 Dezembro 2010 01:34

ONU
Secretário geral da ONU e embaixadora dos EUA participam em evento LGBT



O Secretário-Geral Ban Ki-moon, e a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, participaram num Painel de Alto Nível das Nações Unidas no dia 10 de dezembro, que condenou a violência anti-gay e a criminalização das relações entre pessoas do mesmo sexo.


O evento no Dia dos Direitos Humanos foi promovido por diversas nações e organizado pela International Gay and Lesbian Human Rights Commission, Human Rights Watch e outras organizações.

"A violência só terá fim quando confrontarmos o preconceito", disse Ban. "O estigma e a discriminação só terão fim quando estivermos dispostos a falar publicamente. Isso exige que todos nós façamos o nosso papel - falar em casa, no trabalho, nas nossas escolas e comunidades"

"Sempre que há uma tensão entre as atitudes culturais e direitos humanos universais, os direitos humanos universais deve levar a melhor", disse. "Reprovação pessoal, até mesmo a reprovação pela sociedade, não é desculpa para prender, deter, aprisionar, perseguir ou torturar alguém - jamais ... O Dia dos Direitos Humanos comemora a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Não é a Declaração Parcial de Direitos Humanos.. . Não é a Declaração dos Direitos Humanos De Vez Em Quando. É a Declaração Universal, garantindo a todos os seres humanos seus direitos humanos básicos, sem exceção. "

Rice disse na reunião: "A história do meu país é, em parte, uma história de expansão das barreiras aos direitos e dignidade - do forma como a discriminação e o preconceito têm sido combatidos através da aceitação e da igualdade. Eu sinto isso profundamente e sinto isto pessoalmente. Mesmo numa época de profundos desafios no nosso país e no exterior, não nos atrevemos a desistir das grandes causas de igualdade e de direitos fundamentais. E isso inclui o exercício de direitos plenos e iguais para os milhões de pessoas neste país e em todo o mundo que são gays, lésbicas, bissexuais ou transgéneros".

"A mundança", disse Rice, "vem do povo ... que se recusa a ir para a parte de trás do autocarro. Vem dos líderes, os ativistas e os homens e mulheres comuns que acreditam que todos os seres humanos têm igual valor, igual dignidade, trabalho igual. - e direitos iguais Esta convicção está na base de passos significativos que os Estados Unidos assumiram nas duas últimas décadas, para avançar com os direitos humanos de todos aqueles que são gays, lésbicas, bissexuais e transgéneros ".

O evento foi patrocinado pelas missões da ONU da Argentina, Bélgica, Brasil, Croácia, França, Gabão, Holanda, Estados Unidos da América, Nova Zelândia, Noruega e pela Delegação da Comissão Europeia.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas DOIS e QUATRO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal