REINO UNIDO: Homem condenado a prisão perpétua por transmitir intencionalmente o VIH (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quinta-feira, 19 Abril 2018 22:50

REINO UNIDO
Homem condenado a prisão perpétua por transmitir intencionalmente o VIH



Darryll Rowe foi condenado à pena máxima no Reino Unido num caso sem precedentes


O cabeleireiro de 27 anos foi declarado culpado de transmitir intencionalmente o VIH a pelo menos cinco parceiros sexuais, sendo sentenciado a prisão perpétua.

O tribunal tomou a decisão depois de considerar provado que Darryll Rowe procurou sexo desprotegido com cinco homens mentido sobre o seu estatuto serológico com o objectivo de os infectar. Também se demonstrou que quando não conseguiu ter sexo desprotegido, Darryll Rowe furou preservativos antes de ter relações com outros cinco. Não se ficando por aí, perseguiu os parceiros sexuais no Grindr fazendo troça da exposição ao VIH durante o ato sexual.

Medicina alternativa

Rowe foi diagnosticado com o VIH em Abril de 2015 e recusou-se a realizar o tratamento contra o vírus pois considera-se um "vegan hippie" com uma política de evitar medicação em geral e recorreu a um tratamento alternativo que encontrou na Internet: beber urina. Em tribunal ele declarou que nos finais de 2015 sentia-se muito melhor e acreditava que estava curado.

Quando uma pessoa com VIH segue o tratamento contra o vírus e tem uma carga indetectável então não consegue infectar outras pessoas.

Sexo desprotegido

Ele teve sexo com oito homens entre Outubro de 2015 e Fevereiro de 2016 em Brighton no sul de Inglaterra e quando começou a ser procurado pela polícia fugiu para Northumberland, a quase 600 km de distância, na zona da fronteira com a Escócia, onde teve sexo com mais dois homens. Depois da relação sexual ele enviou mensagens a alguns dos homens como "Tenho VIH, LOL, Oops!".

A defesa

Em sua defesa Rowe alegou que a doença não era mais terminal e que os diagnosticados tinham uma "boa expectativa de vida" referindo que o Tribunal deveria "formar o público que o vírus não é o que era no passado".

A posição do tribunal

No entanto a juíza, Christine Henson, disse a Rowe que ele transmitiu intencionalmente o vírus "com o total conhecimento do risco que representa para os outros" numa "campanha vil e deliberada para infectar outros homens”. Ela também referiu que as mensagens enviadas demonstram "claramente que tinha perfeita consciência do que estava a fazer".

As análises ao vírus presente nos homens infectados e a Rowe mostraram ser muito similares sendo parte de um mesmo "conjunto de infecções" ao contrário das milhares de variações do vírus que são encontradas no Reino Unido.

Você é o primeiro indivíduo a ser condenado por crimes da Seção 18 no contexto de infectar outras pessoas com VIH Juíza Christine Henson

A seção 18 da lei britânica refere-se à intenção de "dano corporal grave a qualquer indivíduo".

Além da transmissão do vírus a Juíza também teve em conta os danos psicológicos causados e que não consegue compreender "como e quando ele deixará de ser um perigo para homens homossexuais". Algumas das vítimas consideraram a possibilidade de acabar com as próprias vidas.

REINO UNIDO: Homem condenado a prisão perpétua por transmitir intencionalmente o VIH

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SEIS e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal