PAQUISTÃO: Prisão perpétua para homens que assassinaram uma pessoa transexual (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Terça-feira, 14 Março 2017 09:51

PAQUISTÃO
Prisão perpétua para homens que assassinaram uma pessoa transexual



Demorou quase 10 anos para levar os homens à justiça


Na quarta-feira, Muhammad Ali Hajano e Umair Khan foram considerados culpados da morte de Fida Hussain em setembro de 2008 segundo o jornal local Express Tribrune.

O juiz Sikandar Ameer Pahore leu o veredicto num tribunal de sessões num complexo judicial na prisão central de Karachi.

Ordenou também que os homens pagassem uma multa de 50.000 rupias paquistanesas (cerca de 450 EUR).

As provas documentais e as declarações de outras testemunhas também apoiaram a testemunha principal e o caso ficou provado além de qualquer sombra de dúvida juiz Sikandar Ameer Pahore

A identidade da testemunha principal não foi divulgada.

Hajano é filho de um ex-diretor executivo de educação e Umair era mecânico de automóveis e cometeram os crimes num subúrbio afluente de Karachi e áreas vizinha.

A polícia deteve Hajano e Umair em janeiro de 2009 relacionados com o assassinato de Hussain. Além do assassinato eles foram acusados de mais de 35 crimes incluindo roubo, tentativa de homicídio, tentativa de ultrajar a modéstia das mulheres, crimes de rua, armas ilícitas.

PAQUISTÃO: Prisão perpétua para homens que assassinaram uma pessoa transexual

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas DOIS e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal