EUA: Primeiros resultados dos referendos mostram apoio a valores defendidos pelos democratas (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quarta-feira, 7 Novembro 2012 10:16

EUA
Primeiros resultados dos referendos mostram apoio a valores defendidos pelos democratas



Simultaneamente com a eleição para o Presidente diversas medidas foram a referendo, e algumas já têm resultados.


A Adenda 6 na Flórida pergunta aos cidadãos se devem ser proibidos os fundos públicos para iniciativas relacionadas com a interrupção volutária da gravidez que não sejam estritamente nas situações de violação, incesto ou risco de vida da mãe. 55% dos eleitores oposeram-se à alteração e o estado vai poder continuar a apoiar os direitos das mulheres à IVG sem estar limitado às situações referidas. Note-se que para haver uma alteração legislativa teria de haver mais de 60% dos votos do lado contrário.

A Pergunta 6 na Maryland questiona se deve ser permitido o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A lei já tinha sido aprovada pelo legislativo e foi agora a referendo. Com 97% dos votos contados a previsão é que o sim ganhe e o estado de Maryland sejam um dos primeiros dos EUA onde o casamento para gays e lésbicas foi aprovado por voto popular, juntamente com Washington e Maine.

O Referendo 74 em Washington questiona no mesmo sentido. Uma lei estatal foi aprovada pelo poder legislativo e agora foi a votos. Mas neste momento ainda não há conclusões sobre a votação.

A Pergunta 1 no Maine também pergunta se devem ser permitidos os casamentos entre pessoas do mesmo sexo. O poder legislativo aprovou uma lei que proibia o casamento para gays e lésbicas e o referendo vem derrubar esta lei permitindo não só o casamento no estado como o reconhecimento de casamentos realizados em outros estados. Com 75% dos votos contados, a previsão é a vitória do Sim.

A Adenda 1 no Minnesota funciona ao contrário: questiona se os casamentos entre pessoas do mesmo sexo devem ser proibidos constitucionalmente no estado. Com 98% dos votos contados a previsão é que a Adenda não seja aprovada. Neste momento existem casos no poder judicial que pretendem ver reconhecido o casamento para gays e lésbicas, a emenda constitucional iria efectivamente bloquear estas acções.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal