COLÔMBIA: Padre Católico confessou abusos sexuais e pediu uma sentença antecipada (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Quinta-feira, 6 Julho 2006 12:21

COLÔMBIA
Padre Católico confessou abusos sexuais e pediu uma sentença antecipada



O padre Víctor Blanco Rodríguez, 65 anos, confessou à Fiscalia (Ministério Público colombiano) ter praticado actos de natureza sexual com jovens que estavam à sua guarda na Fundación Mi Casa, situada na cidade de Cali. Além deste sacerdote - que a imprensa colombiana aponta como luso-colombiano -, as autoridades investigam ainda um outro responsável por aquela instituição de acolhimento de menores. O padre incorre numa pena de três a oito anos de prisão.


O caso dos abusos sexuais da Fundación Mi Casa foi revelado, a 25 de Junho, pelo jornal colombiano El País. Após as primeiras notícias, o padre Víctor Blanco Rodríguez começou por negar qualquer contacto sexual com os menores. No entanto, à medida que a discussão do caso foi crescendo junto da opinião pública, o sacerdote apresentou-se voluntariamente na Fiscalia tendo confessado os crimes. Blanco Rodríguez terá admitdo às autoridades ter praticado sexo oral e masturbado os adolescentes.

De acordo com os relatos da imprensa colombiana, o sacerdote terá ainda revelado que os abusos sexuais eram cometidos naquela instituição há 15 anos. Na sua confissão, o sacerdote pediu perdão às vítimas e às suas famílias, bem como à Igreja Católica e à sociedade.

O suspeito ficou detido na prisão de Villahermosa de Cali, depois do Ministério Público considerar que, devido à gravidade das infracções cometidas, ele representa "um perigo para a sociedade". Está indiciado pelo crime de acto sexual abusivo e agravado com menor de 14 anos.

O antigo director da Fundación Mi Casa pediu para ser abrangido por uma sentença antecipada, depois de reconhecer as acusações, figura que o favorece numa redução da pena. A lei colombiana prevê nos casos em que há uma confissão a dispensa de julgamento. O futuro do sacerdote está nas mãos de um juiz que irá ponderar, essencialmente, dois factores: o facto de o suspeito ter confessado a autoria dos crimes, factor atenuante; mas, por outro lado, o sacerdote admitiu ter abusado de jovens que estavam à sua guarda, o que poderá agravar a pena.

Entretanto, o embaixador português na Colombia, em contacto com o DN, não confirmou a dupla nacionalidade do padre. "A embaixada não tem registo e está a averiguar qual a nacionalidade do sacerdote", declarou Ferreira da Fonseca. "Se tivesse uma ligação a Portugal estaria registado na embaixada", acrescentou ainda.

O Ministério Público colombiano investiga ainda mais um sacerdote que exercia funções na casa de acolhimento de menores. Os jornais colombianos não o identificam, dizendo apenas que se trata de uma pessoa com 84 anos. Até agora não terá sido ouvido por sofrer de Alzheimer. Um médico do Instituto de Medicina Legal colombiano já observou este padre, ficando de elaborar um relatório sobre as suas actuais faculdades mentais.

De acordo com a imprensa colombiana, há mais de um ano que as suspeitas de abusos sexuais na Fundación Mi Casa estão a ser investigadas. Em Maio, um ex-aluno, entretanto adoptado por uma família francesa, relatou ter sido alvo de abusos sexuais há 15 anos, acrescentando que os padres incitavam os alunos mais velhos a ter relações sexuais com os mais novos.

Esta semana surgiram mais testemunhos que incriminam os sacerdotes da instituição. Uma mãe de uma criança que esteve internada na fundação garantiu que também o seu filho foi violado.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal