EUA: Ex-militar evita pena de prisão depois de ataque homofóbico (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Segunda-feira, 5 Janeiro 2015 10:20

EUA
Ex-militar evita pena de prisão depois de ataque homofóbico



Em 2012 Lambert Borgardt atacou Andrew Oppleman e Nick Soret na marcha da cidade de Austin, no estado do Texas.


Oppleman perdeu 5 dentes e Soret teve o nariz partido como consequência do ataque.

Um júri recusou-se a acusar o ex-militar de um crime de ódio, tendo o próprio aceite duas condenações por agressão agravada. Esta semana o juiz sentenciou Borgardt a 10 anos de liberdade condicional com 200 horas de trabalho comunitário, mas não será preso a não ser que volte a estar envovido numa agressão.

Bill Hines, o advogado de Borgardt, agradeceu o trabalho do juiz, que pesou tanto o crime pesado que foi cometido, mas sem esquecer todo o trabalho que o cliente fez pelo país ao serviço do exército.

O homem de 30 anos pediu desculpa às vítimas dizendo “Peço desculpa, do fundo do meu coração e farei tudo o que possa para vos compensar pelo que fiz.”

Oppleman respondeu dizendo “Senti que era mais uma desculpa pela situação em si do que uma desculpa pelo que fez ou porque o fez.”

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SETE e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal