EUA: Morte de menino de 8 anos por acharem que era gay (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Terça-feira, 4 Novembro 2014 09:52

EUA
Morte de menino de 8 anos por acharem que era gay



Pearl Fernandez, a mãe do rapaz, e o namorado, Isauro Aguirre, terão torturado a criança até à morte por acharem que era homossexual.


Os dois optaram por se declararem culpados de homicídio e tortura com circunstâncias especiais pelo que serão condenados a uma pena de prisão sem possibilidade de liberdade condicional de acordo com a lei do estado da Califórnia.

Entre outras coisas, o casal foi acusado de torturar o rapaz durante meses, chamando-o de gay, batendo-lhe quando brincava com bonecas, batendo-lhe com cintos e tacos de basebol, obrigando-o a comer fezes de gato e o seu próprio vómito, atacando-o com spray pimenta, e prendendo-o num armário com uma meia na boca, e recusando-se a deixá-lo sair para ir à casa de banho.

Quando os serviços de emergência foram chamados ao apartamento do casal pela mãe, devido ao filho não estar a respirar, a 22 de maio de 2013, os paramédicos reportaram que a criança estava no quarto, nu, com o crânio rachado, várias costelas partidas, e esferas de chumbo nos pulmões e virilhas.

O rapaz, de seu nome Gabriel, morreu dois dias depois.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal