CANADÁ: Luka Magnotta admite ter assassinado e desmembrado o parceiro (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
Parceiro PortugalGay

Sábado, 4 Outubro 2014 16:26

CANADÁ
Luka Magnotta admite ter assassinado e desmembrado o parceiro



Em 2012, a antiga estrela canadiana da indústria porno afirmou ser inocente de 5 acusações relativas à morte de Jun Lin.


Hoje, o seu advogado admitiu que o cliente estava mentalmente doente, e o juiz afirmou que teriam que ser os jurados a determinar a sua capacidade mental. Caso seja condenado, o ator enfrenta uma pena vitalícia.

Magnotta é acusado de homicídio, profanação de cadáver, publicação de material obsceno, de assédio criminal ao primeiro-ministro Stephen Harper e outros membros do Parlamento, e de envio de material obsceno e indecente.

O ator terá enviado o pé da vítima para a sede do Partido Conservador, e uma mão para o Partido Liberal. O tronco de Lin foi descoberto num contentor perto da casa do ator. Os investigadores também encontraram um vídeo online que pensam mostrar o assassinato de Jun Lin. A acusação planeia pedir ao júri que condene Mangnotta por homícidio agravado, caso não consigam provar que o assassinato foi premeditado.

O ator que é original de Ontário Canadá onde se chamava Eric Clinton Kirk Newman fugiu primeiro para o Canadá e depois para a Europa, tendo sido finalmente preso num ciber-café em Berlim quando lia notícias sobre si próprio.

Pode também ter interesse em:

 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas SETE e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal