Extra: Sydney Gay Games - Reportagem 1 - Abertura (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay

Extra

Sydney Gay Games - Reportagem 1 - Abertura

Introdução

Esta é a o 1ª reportagem completa PortugalGay.PT dos Gay Games 2002 de Sydney.
Pode também ver os nossos resumos diários de Sydney e brevemente teremos mais reportagens completas.

Quando chegado a Sydney, tive a sensação de estar num estado da América, ruas e passeios largos e, todo o ambiente que em volta se vivia, o tipo de publicidade, o aspecto de alguns edifícios, os carros, etc.

Após algumas horas de sono numa cama de verdade (depois de 24 horas dentro do mesmo avião), aí estou eu na rua, pleno centro da cidade, "Oxford Street". As bandeiras espalhadas pelas ruas anunciam os Gay Games 2002 e, na cara daqueles que se passeiam na rua lê-se, "Somos nós quem vamos organizar esta grande festa", orgulho, "Pride"!...

Passeios obrigatórios: parque botânico; ópera; Harbour bridge, e o zoo... então aí vou eu, afinal sempre tinha dois dias só para mim e para o meu companheiro antes da abertura dos jogos.

Antes da Abertura

A noite em Oxford St. é de loucos, se de dia é cheia de pessoas e cor, de noite é cheia de pessoas, ritmo e glamour. Bares com filas que não terminam, restaurantes variadíssimos e cheios, muita música e muita, muita gente, fisicamente produzida e vestida a condizer para que se veja o que de bom há para se ver... Dia 2 de Novembro: a ansiedade da hora dos Jogos fazerem a sua abertura é patente em cada rosto e, até eu estava na expectativa, afinal sempre era o primeiro que eu ia assistir.

A minha expectativa não era por causa da equipa Portuguesa (infelizmente não tínhamos ninguém) mas sim por causa do grande acontecimento que o evento é por si só. Afinal sempre estamos a falar de mais de 70 países representados por mais de 11.800 atletas em 31 desportos. O mais idoso dos atletas tem 89 anos e o mais novo 18 anos. Chegada a hora aí vou eu para o Aussie Stadium e, o meu queixo ficou caído, eram imensos atletas, e espectadores, tanta gente que o nosso mui tripeiro S. João tremia diante daquilo. "Todos diferentes...", cor da pele, do cabelo, religião, país, trajes, hinos, canções em geral, ornamentações, e sei lá mais o quê,..."todos iguais.", no sentido que os reunia e os fez atravessar continentes para se encontrarem todos em Sydney;...animação, manifestação, harmonia, paz, humanidade e a orientação sexual e emocional,...Os Jogos.

A Cerimónia de Abertura

Sentados nos nossos lugares, os designados à imprensa e, o espectáculo está prestes a começar, para animar e no palco, kd lang e Jimmy Somerville, entre outros. Já no campo as coreografias multiplicavam-se com projecções, som, luz e cor, muita criatividade fizeram um espectáculo memorável. Eu estive lá e já mais esquecerei, vocês aproveitem as foto aqui apresentadas. Mas vamos dar início ao desfile das equipas. Primeiro, S. Francisco, e depois desta umas a seguir ás outras até que espantem-se meninos: Timor Leste, a mais recente nação do mundo tem um representante, e até mesmo a Antárctica, o Sri Lanka e o Iraque tinham representantes, que honrosamente desfilaram e fizeram sentir ao mundo o quanto é importante existir e participar.

Mas as manifestações de paz e presença não se ficam por aqui, Índia e Paquistão, foram ovacionados de pé por todos os presentes no estádio, por terem desfilado juntos como sinónimo de paz e pela vontade que as diferenças terminem, deixando de ser sinónimo para entre os dois se viver um clima de guerra constante, entre os dois e todas as outras nações por este mundo fora.

O que vi foi um espectáculo digno da abertura de qualquer Jogos Olímpicos, sejam eles para Gays ou não, se é que isso é importante, afinal este acontecimento foi o maior evento de Sydney desde os Jogos Olímpicos de 2000. Terminou, passadas cinco horas de espectáculo e desfile, um estádio repleto que de pé aclamou o discurso do Juiz do Supremo Tribunal da Austrália, Gay e activista que fez chegar a todos uma mensagem de alegria mas, também de que muito trabalho esta por se fazer na Austrália e no mundo, para que ser-se Gay ou não; preto ou branco; católico ou hindu, não seja nunca razão para qualquer tipo de discriminação, ofensas, seja crime ou se possa morrer por isso.

Senhoras e Senhores que os jogos comecem...

Sydney

Opera House e Harbour BridgeBandeiras Arco Iris pelas ruasA Baixa de Sydney vista do Parque BotânicoNenúfares no Parque BotânicoUm Kuala no ZooHarbour Bridge vista do Circular QuayExposição ao Ar Livre junto a Bondi BeachExposição ao Ar Livre junto a Bondi BeachExposição ao Ar Livre junto a Bondi BeachExposição ao Ar Livre junto a Bondi BeachBondi BeachOxford Street

Preparação

Os participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a aberturaOs participantes a prepararem-se para a abertura

Cerimónia de Abertura

Desfile dos participantesDesfile dos participantesDesfile dos participantesDesfile dos participantesUm dos voluntários que tinham papel fundamental na aberturaA Cerimónia de AberturaA Cerimónia de AberturaA Cerimónia de AberturaA Cerimónia de AberturaA Cerimónia de AberturaA Cerimónia de Abertura

Gay Games Sydney 2002

31 Dezembro 2002
 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal