Reportagem: Marcha do Orgulho LGBT em Lisboa 2013 (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay

Reportagem

Marcha do Orgulho LGBT em Lisboa 2013

Após 14 anos de marchas em Lisboa eis que a porta-voz é, finalmente, uma pessoa transexual.

Realizou-se ontem a 14ª Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa, que mais uma vez se reuniu no Príncipe Real, ponto de partida, para depois seguir até à Praça da Figueira.

Os acertos técnicos musicais, o aquecer das gargantas, mas acima de tudo o convívio, os beijos e abraços de muitas, muitas pessoas que embora muitas vezes envolvidas com lutas que se cruzam nos caminhos da liberdade nem sempre se vêem.

Ali estavam, segundo dados da organização, presentes 26 associações e grupos que hasteiam a bandeira dos direitos humanos, organizações diversas e não só ligadas ás questões LGBT disseram "presente".

Chegou a hora, a faixa da frente segue para o meio da rua para marcar o compasso dos protestos, das reivindicações, das imagens, da cor e da alegria, a 14ª Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa tem o seu início, sai do Príncipe Real e vai marcar passo com palavras de ordem gritadas ao vento de forma a serem escutadas por todos mas mais ainda por todos os que estão ao lado, no passeio a olhar, ou empoleirados nas varandas das janelas lá de casa.

Daniel Cardoso, representante do PolyPortugal e co-porta-voz da 14ª Marcha, dizia em entrevista ao PG, que as pessoas no passeio serão sempre uma constante porque vão andar ora no passeio ora na rua, consoante os temas que lhes tocam e, haverá sempre gente no passeio que talvez no ano seguinte ou na manifestação seguinte estará na rua ao nosso lado ou ao lado de outras causas.

Descemos D. Pedro V e S. Pedro de Alcântara, quando encontramos Lara Crespo, mulher transexual membro do Grupo Transexuais de Portugal e também ela co-porta-voz desta marcha, e dizia-nos sobre o fato de apenas depois de 14 marchas haver uma porta-voz transexual que as coisas tal como no país também nestas coisas das associações e das organizações se calhar andam um pouco devagar. Foi com Lara Crespo que seguimos a marcha agora na rua da Misericórdia, depois Garrett, Rua do Carmo, atravessamos o Rossio e milhares de manifestantes desaguam na Praça da Figueira onde termina a marcha e se dá lugar aos discursos.

A organização diz que foram milhares este ano e prometeu que para o ano há mais, com os mesmos protestos se desta vez não foram ouvidos e com novos se a vida e as políticas do nosso país assim o exigirem.

No próximo sábado dia 6 de Julho será a vez de o Porto realizar a sua 8ª Marcha do Orgulho LGBT no Porto e se em Lisboa o lema era "Arco-iris contra a crise" mostrando que as crises económicas sempre penalizam mais as ditas minorias, no Porto marchar-se-á sobre o lema "Dão-nos luta ao corpo, nós damos o corpo à luta" numa postura "guerreira" contra uma austeridade também ela sentida pelas pessoas LGBT, que segundo a organização das duas marchas é nestes tempos duplamente discriminada e penalizada com as medidas impostas pela Troika e pelo Governo.

Marcha

MarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarchaMarcha
22 Junho 2013
 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e SEIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal