Reportagem: Arraial Pride 2010 (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay

Reportagem

Arraial Pride 2010

Foi ontem que em Lisboa se realizou mais uma edição do Arraial Pride, no Terreiro do Paço. Logo depois do almoço sentia-se a agitação da preparação de uma noite de festa.
Uma organização da associação ILGA Portugal com a Câmara Municipal de Lisboa, aquele que até há algum tempo foi o espaço associativo e reivindicativo por excelência, ontem surgiu como algo deserto dessa presença.
Sentiu-se a falta de muitos colectivos LGBT, estando apenas no recinto principal a Rede Ex Aequo e o Queer Lisboa (festival de Cinema) e no espaço mais afastado do palco a Não Te Prives e Amplos. Também presentes apoiantes, de muitas acções políticas e sociais concretas, tínhamos o GAT, APF, APAV, Abraço e Amnistia Internacional.
Entre os presentes ouvia-se os comentários menos favoráveis da música, que teve várias quebras e, um espectáculo que não se via, além do "no sense" de um anúncio de "after show party" a partir das 22 horas... quando o Arraial se proporcionava noite dentro e, ainda mal tinha começado a sua animação.
A organização dizia que o Arraial deste ano teria inicia às 14 horas, mas uma hora depois ainda se ouvia a construção de um último stand, assim como o "Sound check", que continuou até perto das 20 horas(!)
Outro comentário que escutamos foi: "O arraial este ano parece uma feira económica!", dado o número de stands comerciais que estavam presentes no recinto além dos óbvios e animados bares da noite LGBT lisboeta.
Eis chegada a hora dos discursos, foi apresentado um vídeo com várias intervenções na Assembleia da República durante o processo legislativo de alteração à lei do Casamento Civil em geral com foco no dia 8 de Janeiro 2010 em particular. No palco a mensagem foi menos diversa com praticamente apenas uma voz a falar e a defender os pontos de vista da ILGA Portugal em relação à igualdade no Casamento, sem uma única referência ao problemas directos da parentalidade e muito menos a outras questões LGBT (que além de Lésbicas e Gays inclui também Bissexuais e Transgéneros).
Segundo as nossas contas (que valem o que valem, como quaisquer outros números), esta edição pode contar com 4 mil a 5 mil pessoas que aproveitaram este momento para confraternizar uns com os outros e muitos foram os que não se viam à muito e ali tiveram o seu ponto de encontro numa noite diferente.
Para o ano tem mais.

Nota PG: Dark Horses
Este é o nome de uma equipa de Rugby de Lisboa. Um destaque especial, uma vez que é organizada por pessoas homossexuais (mas aberta a todas as orientações sexuais) e que teve o seu stand no recinto. Este deve ter sido talvez dos stands mais visitados e animados, entre os não comerciais, tão animado que nem os cortes de energia apagaram a festa e o convívio ali vivido. Este stand visava divulgar a sua existência e consegui cativar novos adeptos e praticantes.

Recordamos que a próxima marcha do orgulho é no dia 10 de Julho no Porto.

Fora do recinto

Fora do recintoFora do recinto

Bares

BaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBaresBares

Outras Barraquinhas

Outras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras BarraquinhasOutras Barraquinhas

Pessoas

PessoasPessoasPessoasPessoasPessoasPessoasPessoasPessoas
26 Junho 2010
 
© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal