Entrevista: Kris - Direito de Resposta ILGA Portugal (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay
Aberto
Entrevistas

Kris - Direito de Resposta ILGA Portugal

Direito de resposta, enviado ao PortugalGay.PT em 18 Junho de 2005
Ver Artigo original

Exmo. Sr. Isidro Sousa,
Editor da Revista Korpus
Apartado 22868
1147-501 Lisboa

Lisboa, 26 de Fevereiro de 2005

Assunto: Direito de Resposta ­ Associação ILGA Portugal

No número 23 (de 2004) da edição da revista KORPUS foi publicada uma entrevista à ex-concessionária do bar do Centro Comunitário Gay e Lésbico de Lisboa (CCGLL), Cristina Isidoro, na qual quer a imagem quer, sobretudo, o trabalho desta Associação são postos em causa.

A Associação Ilga Portugal não pretende aqui criticar ou refutar qualquer das afirmações da entrevistada. No que diz respeito a essas afirmações, limitamo-nos a convidar todos os colaboradores e leitores desta publicação a visitarem o Centro Comunitário Gay e Lésbico de Lisboa, agora sob gestão da Direcção da Associação Ilga Portugal - a actual abertura e dinamismo deste espaço permitir-vos-ão retirar as vossas próprias conclusões.

No entanto, neste direito de resposta (cuja publicação está prevista ao abrigo do Artigo 25º da Lei n.º 2/99 de 13 de Janeiro), não podemos deixar de manifestar a nossa surpresa e a nossa crítica face à forma como Isidro Sousa conduziu a referida entrevista.

Os princípios fundamentais do jornalismo ditam que um repórter, jornalista ou entrevistador deve ser isento e coibir-se de apresentar o seu próprio juízo crítico no trabalho que executa, especialmente quando este trabalho é a entrevista. Ora, na referida entrevista Isidro Sousa faz exactamente o oposto: opta pela crítica aberta sem sequer ter o cuidado de a fundamentar e utiliza ainda esse discurso crítico para direccionar afirmações da entrevistada. Mais infundadas ainda serão as considerações do entrevistador quando este, enquanto editor da Korpus, recebe frequentemente informações sobre as actividades da Associação Ilga Portugal (incluindo os seus Planos de Actividades e Relatórios de Actividades anuais).

Bastaria a Isidro Sousa ter lido os documentos que a Associação Ilga Portugal envia à revista Korpus, para apurar que, durante o período de Novembro de 2002 a Julho de 2004 (período em que Cristina Isidoro concessionou o bar do CCGLL e trabalhou com a presente Direcção da Associação), foram organizadas 4 conferências de imprensa, 11 debates/tertúlias/encontros, 3 exposições, 17 festas, 1 sessão de filmes, o lançamento de um livro e 2 torneios de snooker. Destes eventos, 3 exposições e 4 festas foram organizadas por Cristina Isidoro e 1 tertúlia e 3 festas foram co-organizadas por Cristina Isidoro e pela Associação Ilga Portugal. Assim, a Associação foi responsável pela organização de 70% dos eventos que tiveram lugar no CCGLL. Aliás, bastaria a Isidro Sousa ter visitado o nosso site (http://www.ilga-portugal.oninet.pt) para se informar sobre todas as actividades culturais, sociais, políticas, de intervenção e outras levadas a cabo pela Associação Ilga Portugal - e que vão muito além do Arraial Pride, ao contrário do que se pode ler numa das questões colocadas. Não se trata, por isso, de qualquer dificuldade de acesso à informação por parte do entrevistador - mesmo porque a Associação estaria disponível para esclarecer qualquer dúvida que Isidro Sousa pudesse ter. Não podemos deixar de concluir que se trata de falta de brio num trabalho jornalístico guiado afinal pelo objectivo de desvalorizar o nosso trabalho.

Prezamos, naturalmente, a crítica construtiva, mas julgamos que neste caso o editor Isidro Sousa deveria ter sido ele próprio crítico do trabalho do entrevistador Isidro Sousa.

Estamos conscientes das dificuldades associadas à produção da Korpus - sabemos que a Korpus é um trabalho quase solitário e valorizamos o contributo que tem dado no sentido da constituição de uma comunidade mais coesa, que esteja unida também na luta pelos seus direitos.

Recorremos a este Direito de Resposta para acrescentar um esclarecimento à comunidade quanto ao nosso trabalho, mas sobretudo para manifestar o nosso desejo de que, ao contrário do que se passou na referida entrevista, a Korpus venha a ter uma qualidade cada vez mais profissional - mantendo como objectivos a união d@s LGBT e a luta contra a homofobia, que são os objectivos pelos quais a Associação Ilga Portugal tem vindo a combater ao longo da última década.

Pel'A Direcção da Associação Ilga Portugal
(Manuel Cabral Morais, Presidente da Direcção)
(Joana Amaral, Vice-Presidente da Direcção)


Associação ILGA PORTUGAL
Email: ilga-portugal@ilga.org
http://ilga-portugal.oninet.pt/

Estamos sediados no:
Centro Comunitário Gay e Lésbico de Lisboa
Rua de S. Lázaro, 88
1150-333 Lisboa
Metro: Martim Moniz
Autocarro: 100
Telefone: 218 873 918
Fax: 218 873 922
 

Kris - Direito de Resposta ILGA Portugal

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas QUATRO e OITO.
Depois clique em OK.

© 1996-2018 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal